Estados Unidos

O gigante despertou na Major League?

O atual bicampeão da MLS Cup, Houston Dynamo, não vinha bem nesta temporada 2008 da MLS. Nas 6 primeiras semanas, a equipe laranja do Texas havia somado apenas 4 pontos, após 4 empates e 2 derrotas, sem nenhuma vitória. E ainda dividia a lanterna do Oeste com o novato San Jose Earthquakes. Nas últimas duas semanas, porém, parece que o gigante resolveu despertar.

Assim, depois de um começo nada animador, o Dynamo venceu duas partidas seguidas, ganhando de dois fortes concorrentes e subindo de posição na tabela. Na semana passada, obteve sua primeira vitória na temporada ao derrotar o líder da Conferência Oeste, Colorado Rapids, por 2×1, no Robertson Stadium (onde o Houston ainda manda seus jogos, até finalmente conseguir ter seu estádio próprio).

Nesta semana o Dynamo conseguiu outra vitória importante ao ganhar fora de casa, também por 2×1, do Chicago Fire, que é o segundo melhor time da MLS este ano e está na vice-liderança da Conferência Leste, atrás do Columbus Crew. Foi um jogo parelho e emocionante, com a vitória do Houston sendo decidida apenas aos 37 minutos do segundo tempo, com um gol de Bobby Boswell.

Dessa forma, essas vitórias foram muito relevantes para as pretensões do Houston na temporada 2008. Primeiro porque renovaram o ânimo da equipe, pois tiraram o bicampeão da incômoda lanterna para a terceira posição do Oeste, com 10 pontos, apenas 2 atrás do líder Rapids. Além disso, pode ter sido o início da arrancada do Houston, que geralmente, em sua curta e vitoriosa história, não abandona o topo da tabela.

Se os períodos de vitória vieram para ficar veremos já nesse próximo jogo do Houston, que será no horário ‘prime’ da ESPN nesta quinta-feira (22/05). O Dynamo jogará contra seu antecessor, o San Jose Earthquakes. Para quem não conhece a história, o San Jose Earthquakes era uma das equipes mais tradicionais da MLS e existiu até 2005, quando mudou-se para Houston e com isso alterou seu nome. Neste ano, ressucitaram o nome Earthquakes para a cidade de San Jose na Califórnia, e este será o primeiro duelo entre as equipes ‘irmãs’. Portanto, se o Houston passar por esse teste emocional, as outras equipes que fiquem de olho nesses jogadores de laranja, pois aí saberemos que o gigante despertou.

Festa em LA!

Por falar em times californianos, a rodada foi de festa para as equipes de Los Angeles.

A começar pelo badalado LA Galaxy, que goleou por 5×1 o FC Dallas fora de casa, no Pizza Hut Park. O nome do jogo foi o atacante Edson Buddle, autor de 3 gols. Beckham e Donovan passaram e branco, mas não deixaram de dar suas assistências. Aliás, Beckham chegou ainda a brigar com o brasileiro Ricardinho que joga pelo Dallas.

Com esse resultado, o Galaxy alcançou a vice-liderança da Conferência Oeste com 11 pontos, apenas 1 atrás do Rapids, que ganhou o Clássico das Montanhas Rochosas (contra o Real Salt Lake) por 2×0. O Galaxy também é o melhor ataque da competição com 19 gols marcados em 8 partidas, além de ter 3 jogadores entre os artilheiros do ano: Donovan (8 gols), Beckham (3 gols) e Buddle (3 gols). Por outro lado, o Galaxy também é a pior defesa, junto com o Chivas USA, com 16 gols sofridos.

O FC Dallas por sua vez, depois de ser o último invicto do campeonato, amargou sua terceira derrota nos últimos 4 jogos, e caiu para a quarta posição do Oeste com 9 pontos.

O outro time de Los Angeles, o Chivas USA, também tem o que comemorar. Pela primeira vez em sua história a equipe de raízes mexicanas ganhou um jogo de virada. Jogando em casa, no Home Depot Center, o Chivas finalmente voltou a vencer, batendo o decepcionante D.C. United por 3×1.

Ambas as equipes vinham de campanhas muito ruins este ano. Ambas as equipes tinham 4 derrotas nas últimas 5 partidas, sendo o Chivas vice-lanterna do Oeste e o United o lanterna do Leste. Porém, o Chivas levou a melhor dessa vez e subiu para a quinta colocação, deixando o Real Salt Lake para trás. Já o United segue decepcionando a todos nesta temporada de 2008, e agora só ganha em pontos para o Earthquakes, que é o lanterna do Oeste.

Barça e MLS

Foi anunciado na última quinta-feira (15/05), um acordo de parceria entre a MLS e o FC Barcelona, uma das equipes mais tradicionais da Europa. Este acordo tem prazo de 5 anos e é a formalização da primeira parceria de longo prazo entre um clube da Europa e a MLS.

O objetivo da parceria é divulgar o nome do Barcelona nos Estados Unidos e no Canadá. Por isso, a parceria inclui a realização de pelo menos 6 jogos internacionais durante o prazo do acordo, e todos os aspectos comerciais e de patrocínio nos EUA serão tratados diretamente pela MLS.

E já neste verão (do hemisfério norte), o Barcelona trará suas estrelas para um ‘tour’ pelos Estados Unidos, e tanto o Barça como a MLS esperam repetir o sucesso de 2006. No verão daquele ano, o ‘tour’ do Barcelona nos EUA registrou a maior média de público que uma equipe estrangeira já reuniu nos Estados Unidos. Em 3 jogos, uma média de 80.734 torcedores compareceu aos jogos do Barça no Los Angeles Memorial Coliseum (vs. CD Guadalajara – MEX, 1×1 em 06/08/2006 – 92.650 torcedores), no Reliant Stadium em Houston (vs. Club América – MEX, 3×3 em 09/08/2006 – 70.550 torcedores) e no Giants Stadium em Nova York (vs. NY Red Bull, 4×1 em 12/08/2006 – 79.002 torcedores).

Convocação

O técnico Bob Bradley anunciou na última terça-feira (20/05), os 22 jogadores que viajarão a Londres para um amistoso histórico contra a Inglaterra no estádio Wembley, no próximo dia 28/05. Este amistoso servirá também como preparação da seleção estadunidense para as eliminatórias da Copa de 2010.

Bradley chamou apenas 3 jogadores que atuam na MLS (Donovan, Clark e Guzan). Todos os demais jogam na Europa ou no México.

Estes são os jogadores que tentarão manter a invencibilidade da seleção ianque, que já dura 5 jogos, desde 17/10/2007:

Goleiros:
Tim Howard (Everton FC – ING)
Brad Guzan (Houston Dynamo)
Dominic Cervi (sem clube)

Defensores:
Carlos Bocanegra (Fulham FC – ING)
Oguchi Onyewu (Standard de Liege – BEL)
Steve Cherundolo (Hannover 96 – ALE)
Jonathan Spector (West Ham United – ING)
Jay DeMerit (Watford FC – ING)
Michael Orozco (San Luis – MEX)
Heath Pearce (Hansa Rostock – ALE)
Dan Califf (FC Midtivlland – DIN)

Meio-Campo:
Freddy Adu (Benfica – POR)
DaMarcus Beasley (Glasgow Rangers – ESC)
Michael Bradley (SC Heerenveen – HOL)
Ricardo Clark (Houston Dynamo)
Benny Feilhaber (Derby County – ING)
Eddie Lewis (Fulham FC – ING)

Atacantes:
Clint Dempsey (Fulham FC – ING)
Landon Donovan (LA Galaxy)
Eddie Johnson (Fulham FC – ING)
Nate Jaqua (sem clube)
Josh Wolff (sem clube)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo