MLS

Suárez fora do Grêmio e junto de Messi é rumor que volta a esquentar

Grêmio faz jogo duro por atacante, que tem multa rescisória na casa dos 70 milhões de euros

A novela envolvendo Luis Suárez, Grêmio e Inter Miami ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (18). Segundo o jornalista argentino Gastón Edul, da TyC Sports, a equipe da MLS avançou nas negociações pelo atacante, que estaria “a um passo” de jogar ao lado de Lionel Messi outra vez.

O Inter Miami estaria seguro da vinda do uruguaio. Inicialmente, a ideia era contar com o craque em dezembro pelo jogo duro do Grêmio em liberá-lo, mas as tratativas avançaram e o jogador pode estar a caminho já nesta janela de transferências. Agora, faltaria “apenas” resolver questões com o clube gaúcho.

O interesse do Inter Miami por Suárez já é de alguns meses. O centroavante tem contrato com o Grêmio até o fim de 2024 e multa rescisória na casa dos 70 milhões de euros, cerca de R$ 377 milhões na cotação atual.

No início de junho, Luisito afirmou ao jornal uruguaio Observador que estava feliz e que sair de Porto Alegre era “impossível”. Já no fim do mês, foi a vez do presidente do tricolor gaúcho, Alberto Guerra, afirmar que nenhuma proposta pelo astro havia sido feita.

De acordo com o também uruguaio Ovación, Suárez teria acertado sua rescisão contratual com o Grêmio, com a condição de que que não acertasse com qualquer outra equipe até o fim deste ano. O jogador teria aceitado compensar financeiramente o clube em quase de dez milhões de dólares, aproximadamente R$ 48 milhões, mas estaria se sentindo desrespeitado pela imposição gremista.

Suárez tem reclamado de dores no joelho direito há dois meses e teria viagem marcada para Barcelona para consultar um médico de sua preferência, mas mudou de planos na última semana e decidiu permanecer em tratamento no Grêmio.

O atacante acredita que o alto número de jogos no calendário do futebol brasileiro estaria prejudicando sua recuperação e que gostaria de baixar a carga, algo que conseguiria na MLS. Por fim, a relação com Alberto Guerra não estaria boa, com o presidente gremista não tendo respondido as últimas mensagens enviadas pelo jogador.

Artilheiro e indispensável no time de Renato Gaúcho

Luis Suárez completou seis meses de Grêmio nesta semana. Apesar do pouco tempo de casa, o craque rapidamente se tornou indispensável na equipe comandada por Renato Portaluppi. Até aqui, foram 16 gols e nove assistências em 31 jogos, além das conquistas da Recopa Gaúcha e do Campeonato Gaúcho.

Apesar das dores no joelho, Suárez é o terceiro jogador que mais atuou pelo Grêmio nesta temporada, atrás apenas de Bitello e Bruno Alves, com 35 e 33 partidas respectivamente. O uruguaio também é isoladamente o artilheiro e garçom do grupo no ano. O centroavante ainda foi titular em todas as ocasiões em que esteve em campo.

Atualmente, o Grêmio é o terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, com 26 pontos em 14 partidas. Empatado com Franco Cristaldo, Suárez é o goleador do time na competição, com quatro bolas na rede. Ele também lidera nas assistências, com três, ao lado de Reinaldo. O tricolor também está nas semifinais da Copa do Brasil, torneio em que o uruguaio deixou sua marca duas vezes.

Inter Miami atrás de ex-companheiros de Suárez no Barcelona

Não é só Suárez que interessa ao Inter Miami. O clube da MLS apresentou oficialmente Lionel Messi no último domingo, contratou o volante Sergio Busquets e está perto de anunciar o lateral-esquerdo Jordi Alba. Os três jogaram com o uruguaio no Barcelona e marcaram história.

Pela equipe catalã, Luis Suárez disputou 283 jogos, marcou 198 gols e deu 97 assistências, além de ter faturado 13 títulos, sendo quatro Campeonatos Espanhóis, quatro Copas do Rei, duas Supercopas da Espanha, uma Supercopa Europeia, uma Liga dos Campeões e um Mundial de Clubes.

A família de Suárez e a família de Messi são amigas de longa data. Ainda segundo o Ovación, um fato que dificulta a transferência do centroavante é a regra imposta pela MLS desde 2007 de que apenas três jogadores fora do limite salarial permitido podem atuar por um mesmo time. Atualmente, o Inter Miami tem Messi, Busquets e o venezuelano Josef Martínez ocupando estas vagas. Sendo assim, o uruguaio teria de chegar em condições semelhantes ao de Jordi Alba, com um salário mais baixo.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo