Estados UnidosMLS

Jogador do New England comemorou gol com um tiro de mosquete

O New England Revolution tem esse nome bacana em homenagem à independência dos Estados Unidos, cuja maior parte das batalhas foi na região da Nova Inglaterra, no nordeste do país. Ficam ali na beirada do gramado os mascotes do clube, alguns homens fantasiados de colonos (uma prática mais disseminada do que se pensa por aquelas bandas), que lutaram contra o domínio da Inglaterra há alguns séculos. E na vitória por 2 a 1 sobre o Chicago Fire, no último final de semana, um jogador de futebol juntou-se a eles.

LEIA MAIS: Henry marcou mais um golaço pelo New York Bulls em um chute no ângulo

Foi o uruguaio Diego Fagúndez. Ele marcou, aos 41 minutos, o gol de empate e já tinha tudo planejado. Correu para trás do gol e acompanhou os quatro colonos em um tiro para o alto (de mentirinha, espero). Obviamente, Fagúndez deixou a arma em casa e apenas fingiu que apertou o gatilho, o bastante para uma comemoração muito criativa.

Você também pode se interessar por:

>>>> Calendário não respeita data Fifa e prejudica o técnico da seleção. Brasil? Não, EUA

>>>> Robbie Keane dá caneta, encobre goleiro e faz golaço em vitória do Galaxy na MLS

>>>> MLS usa sistema de esportes americanos, mas dinheiro de TV é ínfimo perto dos demais

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo