Estados Unidos

Houston celebra bicampeonato

Pelo segundo ano consecutivo o Houston Dynamo começa perdendo o jogo da MLS Cup para o New England Revolution. E, também pelo segundo ano consecutivo, o Dynamo dá a volta por cima e leva o cobiçado troféu para casa. Com a vitória por 2×1 sobre os Revs, o Houston Dynamo foi bicampeão da MLS Cup neste último domingo (18/11) no RFK Stadium em Washington.

Não foi desta vez que o Revolution ganhou sua primeira MLS Cup. A equipe de Massachussets até começou bem a partida, e o artilheiro Taylor Twellman (de novo ele) abriu o placar com uma cabeçada aos 20 minutos do primeiro tempo. Foi o sexto gol de Twellman em seus últimos 7 jogos por playoffs, e o gol animou o grande número de torcedores que vieram apoiar o time azul do New England na esperança de verem a equipe levantar sua primeira MLS Cup.

E, com o apoio dos torcedores, o restante do primeiro tempo foi bem movimentado e de chances para ambos os lados. No segundo tempo, as chances se sucederam mas sem muito perigo, parecendo que realmente seria o dia dos Revs e que finalmente o time e a torcida voltariam felizes para Boston. Mas, aos 16 minutos da segunda etapa, Joseph Ngwenya recebeu cruzamento de Dwayne De Rosario e empatou a partida. Não muito mais tarde, aos 30 minutos da etapa complementar, De Rosario, o melhor jogador da partida, deixou sua marca de cabeça, após cruzamento de Davis, e virou o jogo para os ‘Laranjas’, jogando um balde de água fria nas pretensões do New England.

O abatimento foi claro tanto dos jogadores quanto da torcida, e os Revs não tiveram forças para reagir nos 15 minutos finais, nem com as alterações feitas pelo técnico Steve Nicol. Agora era a vez da também numerosa torcida do Dynamo comemorar mais uma vez. Se no ano passado o sofrimento foi até a disputa de pênaltis, nesse ano o Houston conseguia liquidar a fatura no segundo tempo.

No final, Houston bicampeão, no seu segundo ano de vida (a equipe foi formada em 2006 com a mudança de sede para Houston de San Jose, onde se chamava San Jose Earthquakes, que ano que vem voltará a disputar a MLS). Além de ser a segunda equipe que conseguiu vencer dois campeonatos seguidos (a primeira havia sido o D.C. United em 96-97), o canadense Dwayne De Rosario foi o primeiro jogador na história da MLS a ganhar o prêmio de MVP da MLS Cup por duas vezes. Será o começo de uma nova dinastia na MLS? Os palpites para 2008 já começaram…

MVP

O brasileiro Luciano Emilio não pára de receber prêmios, mesmo com a eliminação precoce de sua equipe, o D.C. United, dos playoffs. No jantar de gala de final de ano da MLS no último sábado (17/11), Emilio recebeu o prêmio de ‘Melhor Recém-Chegado do Ano’ e, o mais importante de todos, o ‘MLS Honda MVP da Temporada de 2007’. Lembrando que Luciano Emilio já tinha ganhado o prêmio Chuteira de Ouro da Budweiser por ter sido o artilheiro do campeonato.

O brasileiro, de 28 anos, chegou ao United no começo deste ano vindo do CD Olímpia de Honduras, e foi um dos principais destaques da equipe que fez a melhor campanha da temporada regular da MLS (vencedora do Supporters’ Shield), mas que acabou eliminada na primeira rodada dos playoffs pelo Chicago Fire.

Mesmo com a precoce eliminação, o júri composto por jogadores, técnicos, dirigentes e jornalistas reconheceu a importância de Luciano Emilio para sua equipe e para a MLS, e lhe concedeu o prêmio máximo do ano. Emilio marcou os gols da vitória de sua equipe em 4 partidas, além de ter marcado mais de um gol no mesmo jogo em 5 oportunidades. Além disso, desde 2002 um jogador não atingia o patamar dos 20 gols na temporada regular. Agora, a esperança do United é na renovação do jogador e tentar ir mais longe em 2008.

Best XI

Na comemoração de final de ano, foi revelada a equipe dos melhores jogadores da temporada, também eleita por um júri composto por jogadores, técnicos, dirigentes e jornalistas.

O time foi bem equilibrado, com dois jogadores do campeão Houston (Robinson e De Rosario), dois do vice Revolution (Parkhurst e Joseph) e três da melhor equipe da temporada regular, D.C. United (Gómez, Olsen e Emilio). Destaques também para o Chivas USA, que colocou dois jogadores nessa seleção (Guzan e Bornstein), e para os veteranos Schellotto e Angel, únicos ‘jogadores designados’ da lista.

Veja a escalação dos 11 melhores jogadores da MLS em 2007, o chamado ‘Best XI’:

Goleiro: Brad Guzan (Chivas USA)

Defensores: Michael Parkhurst (NE Revolution), Eddie Robinson (Houston
Dynamo) e Jonathan Bornstein (Chivas USA)

Meio-Campistas: Christian Gomez (D.C. United), Guillhermo Barros Schelotto
(Columbus Crew), Shalrie Joseph (NE Revolution), Dwayne
DeRosario (Houston Dynamo) e Ben Olsen (D.C. United)

Atacantes: Luciano Emilio (D.C. United) e Juan Pablo Angel (NY Red Bull)

De olho na América

Segundo informações do diário esportivo Ás da Espanha, o Real Madrid estaria de olho no jovem atacante Jozy Altidore de 18 anos, do New York Red Bull. Ainda de acordo com o diário, o Real Madrid está em busca de ‘pérolas’ no futebol mundial, ou seja, jogadores jovens, com talento e baixo custo. E Altidore, uma das maiores promessas do futebol ianque, tem essas três qualidades.

Além de jovem e talentoso, Jozy Altidore tem bom físico (1,86 metro e 80 kg), e marcou 9 gols nas 22 partidas que jogou. Seu rendimento tem sido tão surpreendente que o técnico da seleção principal dos Estados Unidos o convocou para o último amistoso do ano contra a África do Sul.

Para quem acompanha esta coluna desde o começo, porém, não é surpresa a atenção que Altidore está ganhando no mundo do futebol. Desde nossa primeira coluna em abril alertamos que ele seria uma das estrelas da MLS este ano.

SHOOTOUTS

– O hino nacional norte-americano foi cantado pelo tenor Plácido Domingo antes da grande final.

– Em relação à eleição do ‘MLS 2007 Best XI’, Guzan, Parkhurst, Robinson, Bornstein, Olsen, Schelotto, Emilio e Angel receberam a indicação pela primeira vez. Para Joseph, foi a segunda vez que foi selecionado (a outra havia sido em 2005). Por fim, Gomez e De Rosario foram eleitos para a seleção dos melhores do ano pela terceira vez (além de 2005 e 2006).

– O goleiro Brad Guzan também ganhou o prêmio ‘Panasonic de Melhor Goleiro de 2007’.

– Agora é oficial. Conforme anunciado pelo Comissário Don Garber, Seattle terá o 15º time da MLS, ainda sem nome definido. A equipe começará a jogar na temporada de 2009.

– Com um gol de Cherundolo aos 27 minutos do primeiro tempo, a seleção dos Estados Unidos bateu a seleção da África do Sul de Parreira por 1×0, em amistoso jogado na cidade sul-africana de Johanesburgo. Com a vitória, os EUA levaram para casa o troféu Nelson Mandela e encerraram o ano com mais uma vitória.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo