Estados UnidosMLS

Henry foi garçom na vitória do New York Red Bulls com duas assistências brilhantes

O New York Red Bulls deu um importante primeiro passo para chegar à final da Conferência Leste da MLS Cup. Em casa, bateu o DC United por 2 a 0, com gols de Luyindula e Bradley Wright-Philips, pelo confronto de ida da semifinal. Mas o grande destaque do jogo não foi nenhum dos dois artilheiros da partida, e, sim, Henry, que deveria levar uns 75% de crédito por cada um dos tentos, de tão brilhantes que foram seus passes para os companheiros.

VEJA TAMBÉM: Van der Sar vibra como se fosse apenas mais um na massa de torcedores do Ajax

A primeira das assistências aconteceu ainda na etapa inicial, com um belo lançamento do meio do campo para Péguy Luyindula, que também não fez feio, dominou com perfeição e bateu na saída do goleiro. Já o segundo passe para gol do francês foi  ainda mais plástico: um toque de calcanhar, deslocando a zaga do DC United e deixando Wright-Philips apenas com o trabalho de empurrar a bola para a rede.

Prestes a se aposentar, Henry chegou perto de encerrar sua carreira na quinta-feira, mas teve boa atuação e, ao lado de Bradley Wright-Philips, ajudou o New York a bater o atual campeão Sporting Kansas City e seguir vivo na competição. Ao final da campanha dos Red Bulls, Henry deverá pendurar as chuteiras. E, pelo que tem apresentado, está bastante disposto a abandonar o futebol em grande estilo. O esporte é coletivo, e o francês dependerá de outros fatores para conseguir isso, mas pelo menos sua parte está fazendo.

Conteúdos relacionados

Confira as assistências de Henry:

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo