ConcacafCopa OuroEstados Unidos

Estados Unidos golearam Cuba com Dempsey assumindo o protagonismo que se espera

A Copa Ouro não tem sido de resultados muito previsíveis, mas desta vez não houve qualquer surpresa. Os Estados Unidos, um dos favoritos ao título, atropelaram Cuba em Baltimore com uma goleada de 6 a 0, com três gols do principal jogador de ataque do time, Clint Dempsey. O jogador fez o que se esperava dele para finalmente colocar os americanos no caminho da conquista que se espera, jogando em casa.

VEJA TAMBÉM: Cuba sofre com deserções na Copa Ouro, uma história que se repete a cada edição

Embora meio-campista de origem, Dempsey tem sido o principal atacante da seleção americana. E neste sábado, ele foi exatamente isso. Tanto que o primeiro gol ele marcou de cabeça, no meio da área, como um autêntico camisa nove, embora ele vista a oito. O gol logo aos quatro minutos de jogo foi um sinal que viriam muitos pela frente.

O segundo gol veio com Zardas, em um outro cruzamento, desta vez do lado esquerdo. Com 31 minutos, foi a vez de Johansson marcar o seu gol. Em um lindo lançamento de Bradley, o camisa nove recebeu, viu o goleiro adiantado e tocou por cobertura, com categoria. No final do primeiro tempo, aos 44, cobrança de escanteio de Bradley, toque para trás e o zagueiro Omar González completou para o gol, marcando 4 a 0. Estava fácil.

Os dois últimos gols do jogo vieram já no segundo tempo. O público, mais de 40 mil pessoas, festejavam a classificação já garantida àquela altura. Então, Dempsey aproveitou para aumentar a sua conta pessoal e marcar, pela primeira vez na carreira, três gols em um jogo pela seleção americana. De pênalti, ele marcou 5 a 0 aos 18 minutos e fechou a conta aos 33 minutos, aproveitando uma sequência de lambanças da defesa cubana.

A vitória coloca os Estados Unidos na semifinal contra o vencedor de Haiti ou Jamaica. Na outra chave, Trinidad e Tobago fazem uma das quartas de final. O vencedor enfrenta quem passar entre México e Costa Rica. As semifinais serão na quarta-feira, em Atlanta. A decisão do título será no domingo, na Philadelphia.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo