Estados Unidos

Escolhas douradas

Todo mundo sabe da importância do draft nas ligas dos esportes tipicamente americanos. Vários brasileiros passam muito tempo acompanhando os recrutamentos da NFL, da NBA e até da NHL, mas poucos sabem que a MLS também tem draft e que é tão importante quanto o das outras. E nessa temporada, o Philadelphia Union mostra o porquê disso.

Quando uma equipe nova entra na liga, como foi o caso do Union nessa temporada, existe o Expansion Draft, onde os novatos escolhem jogadores de certo número de times para começarem a montagem dos seus elencos. Entre as escolhas dos Zolos, apareceu o nome de Sébastien Le Toux, meia-atacante do Seattle Sounders, que estranhamente não o protegeu nesse recrutamento.

O francês teve uma atuação tímida na temporada 2009 (1 gol e 3 assistências em 28 partidas) , mas recebeu um voto de confiança de Piotr Nowak, técnico do Union, e logo no primeiro jogo em casa já recompensou o treinador e a torcida com um hat-trick. E ele vem desempenhando um papel muito importante para os novatos, com 8 gols e 7 assistências nos 13 jogos em que participou.

No draft da forma que os fãs de outros esportes americanos conhecem, o que seleciona jogadores provenientes de faculdade, ensino médio e vindos de outros países, o Union teve a 1ª escolha geral e com ela, selecionou o congolês Danny Mwanga, que jogava pela Oregon State University.

Em sua primeira temporada, Mwanga já mostra seu poder de decisão. Dos cinco gols marcados por ele, três foram nos acréscimos do segundo tempo e garantiram pontos importantes para o Philadelphia na busca pelos playoffs. E assim, o congolês se credencia para receber o prêmio de melhor novato do ano.

Mesmo que reclamem da americanização do futebol na MLS, existem pontos bastante favoráveis dessa influência das “grandes ligas” dos EUA. O recrutamento é uma delas, pois dá chance para que os times se fortaleçam de acordo com as posições na temporada anterior, o que faz com que a liga tenha uma competição entre vários clubes com bom nível.

Enfim, talvez o soccer não seja tão ruim como pensam.

Enquanto isso…

Três times da MLS jogarão sua sobrevivência na CONCACAF Champions League nessa semana. Na quinta, o Seattle Sounders visita o Metapán em El Salvador, enquanto o Toronto FC vai até Honduras para enfrentar o Motagua. Os dois times da liga americana têm vantagens de 1-0, que foram construídas nos jogos de ida.

Já a missão do poderoso Los Angeles Galaxy é muito difícil. O time de Landon Donovan visita o Puerto Rico Islanders e tem que tirar uma desvantagem de 4 a 1. Tarefa tensa, mas o Galaxy terá que mostrar porque é o melhor clube da MLS.

Resultados da Semana 18

Colorado Rapids 1×1 FC Dallas
COL: Mehdi Ballouchy (26’) / DAL: Julien Baudet (contra, 22’)

Philadelphia Union 1×1 New England Revolution
PHI: Sébastien Le Toux (25’) / NE: Marko Perovic (70’)

Real Salt Lake 3×0 DC United
RSL: Álvaro Saborío (13’), Robbie Findley (79’), Nelson Gonzalez (94’)

San Jose Earthquakes 0x1 Seattle Sounders
SEA: Fredy Montero (26’)

Houston Dynamo 2×2 New York Red Bulls
HOU: Brad Davis (24’), Brian Mullan (89’) / NY: Juan Pablo Angel (10’, 58’)

Kansas City Wizards 1×0 Toronto FC
KC: Teal Burnbury (62’)

Chivas USA 3×1 Columbus Crew
CHV: Justin Braun (37’), Blair Gavin (45’), Carlos Borja (53’) / CLB: Steven Lenhart (88’)

Los Angeles Galaxy 2-3 Chicago Fire
LA: Landon Donovan (37’, 81’) / CHI: Marco Pappa (4’), Collins John (5’), Mike Banner (18’)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo