Estados Unidos

As estrelas da MLS

Como já é costume da Major League Soccer, vários jogadores são selecionados para a disputa do All-Star Game, conhecido por aqui como Jogo das Estrelas. Durante um bom tempo, a liga adotou um formato de seleção de jogadores parecido com o das grandes ligas americanas, que dividia os atletas pela conferência de seu time e os jogos aconteciam entre Leste e Oeste.

Mas desde 2003, a MLS junta suas estrelas para disputar uma partida contra um grande time estrangeiro. Chivas Guadalajara, Chelsea, Fulham, Celtic, Everton, West Ham e Manchester United já foram adversários do combinado de jogadores da liga norte-americana. No último ano, o Manchester United venceu as estrelas da MLS por 5 a 2 diante de mais de 70 mil pessoas no Reliant Stadium.

Em 2011, o Manchester United será o adversário do combinado pela 2ª vez. Desta vez, a partida será disputada na Red Bull Arena, estádio do New York Red Bulls, que também cederá o técnico sueco Hans Backe.

Na coluna de hoje, a Trivela mostra uma análise por posição dos escolhidos para o jogo.

 

Goleiros

Farid Mondragon (Philadelphia Union)
Kasey Keller (Seattle Sounders)
Tally Hall (Houston Dynamo)

Keller foi escolhido pelos torcedores para começar o jogo, mas como o Sounders jogará pela Concachampions nesta terça, o veterano será o terceiro goleiro do time. Nesta posição, há um pouco de injustiça. Nick Rimando, do RSL, merecia mais que os outros dois, apesar de que Hall e Mondragon estão fazendo uma boa temporada.

 

Defensores

Bobby Convey (San Jose Earthquakes)
Corey Ashe (Houston Dynamo)
Geoff Cameron (Houston Dynamo)
Jamison Olave (Real Salt Lake)
Heath Pearce (Chivas USA)
Matt Besler (Sporting Kansas City)
Sean Franklin (Los Angeles Galaxy)
Tim Ream (New York Red Bulls)

Com a boa fase da defesa do Dynamo, Ashe e Cameron também foram escolhidos para o jogo. Sean Franklin foi o novato do ano em 2008 e em 2010, conseguiu sua primeira convocação para a seleção americana, onde Tim Ream já é unanimidade, mesmo estando apenas em seu segundo ano como profissional.

Jamison Olave chega a sua segunda seleção para o jogo após mais um ano com a sólida defesa do Real Salt Lake. Matt Besler é uma das surpresas da temporada e foi escolhido pelos torcedores através de mensagens de texto.

Por fim, Bobby Convey e Heath Pearce, dois jogadores que já jogaram na Europa e passaram pela seleção americana. Os dois são versáteis de formas diferentes. Enquanto Pearce pode atuar em qualquer das quatro posições da linha defensiva, Convey pode aparecer tanto na lateral esquerda quanto no meio-campo.

 

Meio-campistas

Brad Davis (Houston Dynamo)
David Beckham (Los Angeles Galaxy)
Kyle Beckerman (Real Salt Lake)
Jack Jewsbury (Portland Timbers)
Nick LaBrocca (Chivas USA)
Sharlie Joseph (New England Revolution)

David Beckham dispensa apresentações e ainda aparece com oito assistências nessa temporada, atrás apenas de Brad Davis, que tem uma a menos que o astro inglês. O granadino Joseph é um dos únicos jogadores que conseguem aparecer bem diante da péssima temporada do Revs.

Jewsbury é o principal nome da primeira temporada do Portland Timbers na MLS e merece a convocação. Beckerman, capitão do RSL, faz outro ótimo ano comandando o atual vice-campeão da Concachampions. E Nick LaBrocca, personagem importante da melhora do Chivas sob a direção de Robin Fraser, também ganha um espaço no ASG.

 

Atacantes

Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes)
Juan Agudelo (New York Red Bulls)
Omar Bravo (Sporting Kansas City)
Omar Cummings (Colorado Rapids)
Thierry Henry (New York Red Bulls)

Agudelo e Henry fazem parte do sempre perigoso ataque do clube nova-iorquino e estarão em casa durante a partida. Bravo e Cummings, que compartilham o mesmo nome, aparecem de formas diferentes na temporada, mas os dois são extremamente importantes para seus times.

E por fim, Chris Wondolowski, que foi artilheiro da última temporada da MLS e ainda não mostrou todo seu potencial em 2011, mas é o tipo de atacante que todo técnico deseja: faz gols e ainda cumpre um bom papel tático.

 

Outros

Os seguintes jogadores também foram nomeados para o time, mas não jogarão devido a lesões, partidas pela CCL ou por serem selecionados apenas para compor o time:

Brek Shea (meia, FC Dallas), Dwayne DeRosario (meia, DC), Eric Hassli (atacante, Vancouver), Joel Lindpere (meia, New York), Juninho (meia, Los Angeles), Landon Donovan (meia, Los Angeles), Nick Rimando (goleiro, Salt Lake), Omar Gonzalez (defensor, Los Angeles), Osvaldo Alonso (meia, Seattle), Rafa Marquez (defensor, New York).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo