Estados Unidos

A corrida pelos play-offs

O final de agosto normalmente significa o início da reta final na luta pelos play-offs na MLS. Por mais que os clubes não tenham o mesmo número de jogos, devido ao calendário bastante flexível da MLS, já dá pra ter uma boa idéia de quais times entrarão com força na disputa pelas vagas disponíveis.

A classificação para os play-offs funciona da seguinte forma: Os dois primeiros de cada conferência se classificam, independentemente de diferença de pontos em relação ao time de outra. E todos os outros times restantes são postos em uma lista em que os quatro melhores passam e são distribuídos de acordo com a conferência que jogam. Mas se, por exemplo, tivermos 3 times do Oeste e 1 time do Leste como os quatro melhores colocados, um time do Oeste é realocado para jogar os playoffs do outro lado, como aconteceu com o atual campeão, o Real Salt Lake, na temporada passada.

Depois da semana 21, disputada no último final de semana, o Leste corre perigo de ter apenas os dois primeiros da conferência, já que os times da conferência parecem não conseguir acompanhar os líderes Columbus Crew, que venceu o Colorado por 3 a 1, e New York Red Bulls, que foi a Toronto e fez 4 a 1 nos canadenses, com direito ao primeiro gol de Rafa Márquez pela Major League Soccer.

Os dois principais candidatos do Leste para as vagas no wildcard tiveram um final de semana bastante ruim. O Toronto FC foi arrasado pelo New York, como já descrito acima, e o Chicago Fire viu duas assistências de Freddie Ljungberg, mas a noite em Houston era de Brian Ching que fez 3 gols para sacramentar a vitória dos locais por 4 a 3, diante de uma pífia defesa do time de Illinois. Apesar de estar 2 pontos atrás do TFC, a situação do Fire é melhor, visto que eles têm dois jogos a menos que os canadenses e aproveitamento de 50%, o que os colocaria nos play-offs se a temporada regular acabasse hoje.

O Oeste teria 5 das 8 vagas nos playoffs se a temporada regular acabasse hoje. O líder da conferência, Los Angeles Galaxy, perdeu rendimento, mas gasta com tranqüilidade a vantagem adquirida durante a temporada. E em segundo lugar, vem o Real Salt Lake, atual campeão, que é liderado pelo argentino Javier Morales.

Junto aos dois líderes do Oeste, teríamos nos playoffs também o FC Dallas, com sua invencibilidade de 11 jogos, o San Jose Earthquakes, em alta depois da vitória por 1 a 0 sobre o Galaxy no Clássico de Califórnia, e o Colorado Rapids, mesmo tendo conquistado apenas uma vitória em seus últimos 10 jogos.

Correndo em busca da vaga, ainda temos Seattle Sounders, empatado com o Chicago em pontos, mas perdendo pelo aproveitamento, e o Houston Dynamo, iluminado pela última atuação de Brian Ching, vem um pouco mais atrás.

Com uma média de 10 jogos para cada time e alguns tendo compromissos pela US Open Cup e pela Concacaf Champions League , a temporada vai apertando e agora os clubes têm que se esforçar se quiserem repetir o feito conquistado pelo Real Salt Lake no ano passado. Só nos resta esperar pra ver quem vai para os playoffs, que são logo ali, como já diria o saudoso Fernando Vanucci.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo