Espanha

Sem número, Benzema apresenta-se ao Real

O Real Madrid apresentou, afinal, seu terceiro grande reforço nesta temporada. Nesta quinta, o atacante Karim Benzema foi outro atleta a ter uma cerimônia de introdução à torcida só para si, no estádio Santiago Bernabéu. Mesmo com uma repercussão mais modesta do que na chegada de Kaká e Cristiano Ronaldo, a torcida recebeu o francês de modo caloroso.

Para receber o jogador que custou 35 milhões aos cofres dos Merengues, a movimentação da torcida foi bem mais modesta do que nas outras festas: apenas 14 mil espectadores foram às arquibancadas do Santiago Bernabéu. Entretanto, o cerimonial montado para receber Benzema foi muito semelhante à chegada dos outros dois grandes reforços do clube para a temporada.

Primeiro, surgiu no gramado o ex-jogador Alfredo di Stefano, acompanhando de outras duas figuras importantes na história madridista, Emilio Butragueño e Miguel “Quique” Pardeza, integrantes da equipe pentacampeã espanhola na década de 1980, conhecida como “La Quinta del Buitre”. Ainda foi exibido um vídeo com jogadas de Benzema, com trilha sonora francesa – além do já conhecido clipe histórico do Real, ao som de “Nessun Dorma”.

Em sua entrada no estádio, o presidente Florentino Perez foi bastante ovacionado pela torcida, que carregava cartazes com dizeres como “Deus criou o céu, e Florentino pôs nele as estrelas”. Em seu discurso, Florentino agradeceu o apoio dos torcedores: “Não sei descrever o que vivemos nas últimas semanas. Mas é só o começo. Para realizar nossos desafios, temos muito a trabalhar – e muito a fazer.”

Antes de dar as boas-vindas a Benzema, a quem qualificou como “um dos melhores atacantes do futebol europeu, o melhor da França”, Florentino ainda recordou o fato de que, exatamente nesta quinta, completavam-se oito anos da apresentação de Zinedine Zidane, hoje consultor do clube. E chamou o francês a campo.

Emocionado, mas um pouco mais tímido, Benzema começou desculpando-se com a torcida, por não saber falar espanhol muito bem. Depois, falou: “Sinto-me muito feliz por jogar no maior clube do mundo, no clube em que jogaram meus ídolos, Zidane e Ronaldo.” Como já previsto, o atacante entrou em campo ainda sem numeração na camisa.

Benzema encerrou sua apresentação de modo semelhante ao de Cristiano Ronaldo: após contar até três, puxou com toda a torcida o tradicional incentivo “Hala Madrid”. Depois, fez uma rápida volta olímpica e retornou aos vestiários.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo