Espanha

Para suprir saída de Kroos, Real Madrid define dois alvos: um do City, outro do Bayern

Merengues veem em Kimmich uma opção "atrativa" e Rodri como um sonho

A aposentadoria de Toni Kroos no Real Madrid representa o fim de uma era. De uma classe sem igual, o meio-campista alemão encerrará a carreira ao término da Eurocopa 2024 e fará falta ao clube espanhol. Com ótimas opções para o meio, como Tchouaméni, Camavinga, Valverde e Modric, os Merengues entendem que não devem olhar para o mercado, mas eles não estão de olhos fechados: no horizonte, há dois nomes que projetam, conforme publicou o jornal espanhol As.

“Kimmich é a opção mais atrativa e Rodri é um sonho”, é o que escreve a publicação. Sobre Joshua Kimmich, do Bayern de Munique, ele tem contrato apenas até o meio de 2025 (ou seja, em janeiro poderia assinar um pré-contrato). O alemão deve conversar com o clube da Baviera antes da Eurocopa – sozinho, já que não tem empresário.

O Real se interessou anteriormente pelo meia que também joga de lateral, assim como o Barcelona, e o atleta até abordou esse assunto recentemente. Na Alemanha, acredita-se que Kimmich queira respirar novos ares. Nesse cenário, para o Bayern, faria mais sentido negociá-lo do que correr o risco de perder o meia de graça.

– No momento não estou pensando nisso [suposto interesse de outros times]. Falarei primeiro com o Bayern [para uma renovação]. Mas, claro, Barcelona e Real Madrid são clubes incríveis com uma história incrível. – disse o jogador ao AS antes das semifinais da Champions League contra o gigante espanhol.

O outro nome, muito ganancioso, como Kimmich, Rodrigo Hernández é titular absoluto e espinha dorsal do Manchester City de Pep Guardiola. O clube entende a complexidade de tirar aquele que marcou o gol do título da última Champions e ficou entre os cinco melhores jogadores do mundo. Rodri, nascido na capital espanhola, tem contrato até 2027, e os Merengues teriam que tentar desembolsar uma enorme compensação financeira aos ingleses. É uma negociação complexa e muito improvável, realmente um sonho distante.

Rodri e Kimmich: quem se aproxima de Kroos em característica?

Contextualizando as complexas negociações, por características, ambos seriam adições sensacionais. Em posição, Rodri não é tão Kroos em campo, talvez mais próximo de Tchouaméni, mas a qualidade no passe do espanhol se assemelha muito com a do alemão. O volante do City é um ditador de ritmo. Entre os zagueiros ou à frente da zaga, escolhe por onde o time vai atacar e sempre apoia quem está com a bola. Tem ganho cada vez mais apreço por gols e assistências, atingido a melhor temporada da carreira ofensivamente (8G e 9A pela Premier League). Também brilha no trabalho defensivo com a cobertura de toda frente da área dos Citizens e os desarmes precisos.

Porém, pensando apenas na função de Kroos, talvez Kimmich lembre mais. Se atua por dentro, o jogador do Bayern normalmente tem outro colega junto para dar mais consistência defensiva e ter liberdade para subir. Também entrega algo que Carlo Ancelotti adora: a versatilidade. De lateral-direito, vemos Joshua ter praticamente o mesmo nível de futebol.

Kimmich pode repetir operação de Kroos e, talvez, de Davies

A situação contratual de Kimmich lembra a de Kroos. Em 2014, o meio-campista, no último ano de contrato com o gigante alemão, fechou com o Real por uma mixaria pela possibilidade dos alemães perderem de graça: apenas 25 milhões de euros. No entanto, o caso de Joshua é mais complexo e os valores atuais poderiam ser de 60 ou 70 milhões, garante o periódico espanhol.

A tentativa de negociar no último ano de contrato é exatamente o que o Real tem feito com Alphonso Davies agora. O lateral-esquerdo quer jogar na Espanha, mas ainda tem vínculo com o Bayern até o meio de 2025. Diversos veículos europeus afirmam estar quase tudo certo entre as partes. A definição seria uma venda por um valor baixo na próxima janela de transferências ou uma ida de graça no próximo ano.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de eSports no The Clutch. Além disso, atuou como assessor de imprensa no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo