Espanha

Como Taylor Swift gerou bolada ao Real Madrid após shows no Santiago Bernabéu

Show de Taylor Swift no Santiago Bernabéu garante lucro aos cofres do Real Madrid

O Real Madrid segue se preparando para a final da Champions League, que acontece neste sábado (1º), em Wembley, na Inglaterra, contra o Borussia Dortmund.

Carlo Ancelotti comanda os últimos preparativos dos Merengues já em Londres. Enquanto isso, na Espanha, os Merengues continuam ganhando dinheiro com o Santiago Bernabéu.

E não, não se trata de algum jogo de futebol, mas sim dos shows da cantora Taylor Swift, que fez duas apresentações no estádio na quarta (29) e na quinta-feira (30), parte de sua turnê, a The Eras Tour.

Com uma legião de fãs ao redor do mundo, o sucesso da americana pôde ser visto na casa do Real Madrid. Cerca de 65 mil pessoas estiveram presentes no estádio para prestigiar o show de Taylor Swift.

Como consequência, quem sorri à toa são os Blancos, que lucraram uma bolada milionária com a apresentação da cantora pop no Santiago Bernabéu.

Segundo o jornal Marca, somente um dos shows de Taylor Swift garantiu um lucro de € 9 milhões (cerca de R$ 50 milhões na cotação atual) aos cofres do Real Madrid.

O presidente dos Merengues, Florentino Pérez, fez um acordo com a Sixth Street e Legends Hospitality — empresas de investimentos — que previa 70% de faturamento dos eventos realizados em seu estádio.

Ou seja, no total, o show da cantora americana no Bernabéu movimentou € 13 milhões (em torno de R$ 73 milhões), sendo que boa parte desse valor ficou com o Real Madrid.

A estratégia do Real Madrid para ganhar dinheiro com Bernabéu

Em 2022, Pérez anunciou a parceria com as empresas de investimentos e destacou que a utilização do Santiago Bernabéu para eventos além do futebol, seria benéfico para os Blancos.

Recentemente, a casa do Real Madrid passou por uma reforma que ampliou a capacidade do estádio para 83 mil pessoas, além de instalações tecnológicas, incluindo o gramado retrátil:

– A transformação do estádio Santiago Bernabéu marcará um antes e um depois na história do Real Madrid. Com Sixth Street e Legends, líderes mundiais em suas respectivas disciplinas, serão fundamentais para oferecer experiências únicas -, disse Florentino Pérez, em 2022.

Taylor Swift também pode render prejuízos

Só que nem tudo são flores. A Taylor Swift também pode render prejuízos aos Merengues. Conforme o jornal El País, os moradores da região do Santiago Bernabéu estão incomodados com o barulho.

O estádio do Real Madrid passou a sediar shows há um mês. De lá para cá, o Bernabéu recebeu cinco apresentações, sendo que todas elas ultrapassaram os limites de ruídos estabelecidos pelas leis da capital espanhola.

A Portaria de Proteção contra a Poluição Sonora de Madri diz que o máximo de emissão de ruído durante a noite (das 19h até 23h) é de 58 decibéis.

Um teste realizado em um apartamento próximo à casa dos Blancos, no último dia 18, durante um show do cantor Alejandro Sanz, registrou 86 decibéis com as janelas abertas. Com janela fechada, o ruído ficou em 71 decibéis.

As penalidades por poluição sonora variam entre € 600 (aproximadamente R$ 3,4 mil) e € 300 mil (cerca de R$ 1,6 milhões). Com isso, o Real Madrid pode ser multado caso o show de Taylor Swift ultrapasse os 58 decibéis.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo