Espanha

Real Madrid denuncia ofensas racistas contra Vini Jr, mas esquece de fazer o dever de casa

Postagem nas redes sociais do próprio Real Madrid de uma foto sua com banda que tinha macaco no logo quase fez Vinicius Jr não encarar o Valencia, há duas semanas

O Real Madrid parece fazer de tudo para ajudar Vinicius Júnior na luta contra as ofensas racistas que o brasileiro sofre, mesmo quando nem está jogando. Nesta sexta-feira (15), o clube fez uma denúncia ao Comitê Fiscal do Estado espanhol contra os gritos discriminatórios referentes ao brasileiro por torcedores do Barcelona, antes da partida contra o Napoli, e de fãs do Atlético de Madrid, em partida contra a Inter de Milão. Ambos os jogos foram pela Champions League.

Por meio de seu site oficial, o clube anunciou o pedido, solicitando que o poder público ajude a localizar os autores das ofensas contra Vinicius Júnior, para que as medidas legais sejam tomadas.

Mas, se para a torcida e para as autoridades o Real faz o que deve ser feito, é preciso olhar dos portões para dentro. Há duas semanas, uma situação gravíssima quase afetou a equipe que iria a campo por conta de uma postagem feita pelo departamento de comunicação do próprio clube merengue, que continha uma referência racista.

Segundo publicação do site esportivo Relevo, Vinicius Júnior ficou bastante irritado com a postagem, feita dois dias antes do fatídico jogo contra o Valencia, em que o brasileiro voltaria ao Mestalla um ano após sofrer insultos racistas. A partida era cercada de tensão por conta do que poderia acontecer, e mesmo sem querer, o departamento de comunicação do clube merengue colocou ainda mais lenha na fogueira.

Associação a macaco em postagem do próprio Real Madrid

O Real Madrid publicou no Instagram Stories uma imagem que mostrava Vinicius Júnior beijando o escudo do clube. O responsável pela postagem resolveu colocar uma figurinha do logo da banda eletrônica Vini Vici, que coincidentemente tem o nome do brasileiro, e também faz um trocadilho com a frase em latim ‘Veni, vidi, vici', que significa ‘Em vim, eu vi, eu venci'. Entretanto, o logo da banda mostra um macaco que vai evoluindo até virar um DJ.

Irritado com a imagem de um macaco associada a ele a dias de um jogo tão importante e estressante, Vinicius mostrou de imediato sua fúria e reclamou com a cúpula esportiva do clube.

Diretor-geral do Real Madrid, José Ángel Sánchez interviu, e pediu para o post ser imediatamente apagado após cerca de meia hora no ar. A postagem irritou tanto o atleta que ele ameaçou não jogar a partida no Mestalla, por ter, com razão, considerado um desrespeito do seu próprio clube, e cobrou explicações e atitudes contra os responsáveis.

Clube se cala para abafar caso

Desde o ocorrido, o departamento de comunicação do Real Madrid aplicou uma lei do silêncio para abafar o caso, que só foi revelado na última quinta-feira (14). Procurados pelo site que revelou a história, funcionários do Real Madrid disseram não ter muitas informações, enquanto outros disseram que não estavam presentes. Em conversa com o jogador, o clube prometeu tomar medidas disciplinares contra o responsável pela postagem e que isso não acontecerá novamente.

E no fim, Vini parece ter sido convencido pela cúpula do clube. Jogador mais atuante da atualidade na lutra contra o racismo, o camisa 7 fez os dois gols do Real Madrid no empate por 2 a 2. Após o seu primeiro gol, ele ergueu o braço direito com o punho fechado, em um sinal contra o racismo anteriormente mostrado contra ele no Mestalla. Na última quinta-feira (14), em novo ato contra o racismo, o jogador cobrou publicamente a UEFA por punições ao Atlético de Madrid, após torcedores colchoneros o ofenderem antes de partida contra a Inter de Milão.

Segundo deslize envolvendo o nome de Vini

E essa não foi a primeira vez que Vinicius Júnior esteve envolvido em um erro da equipe de comunicação do clube madrilenho. Antes de um duelo contra o Mallorca na temporada passada, o jogador António Raíllo, capitão do time, disse em entrevista ao DAZN que não via o brasileiro como uma grande referência de ser humano.

– Se amanhã tenho que apresentar exemplos aos meus filhos, eu colocarei (Luka) Modric e (Karim) Benzema, mas nunca ele (Vinicius Júnior).

Dias depois, o time de edição de vídeos deixou escapar imagens do treinamento do Real Madrid em que Carvajal condenou as falas do jogador do Mallorca. ‘Vou dizer duas coisinhas ao Raíllo'. A falha não foi bem vista pela direção do Real Madrid, que busca não dar vazão a qualquer tipo de polêmicas nas imagens editadas pelo próprio clube. Até mesmo Carlo Ancelotti mostrou irritação e disse que isso não poderia mais acontecer. Dias depois, o Real Madrid perdeu para o Mallorca por 1 a 0, e o time ganhador fez ao todo 29 faltas em Vini ao longo da partida.

Clube com mais seguidores no mundo juntando X, Facebook, Instagram, TikTok e o YouTube, o Real Madrid tem também muita responsabilidade nos conteúdos que divulga em seus canais. Deslizes podem acontecer, mas soa como uma falta de noção (e respeito) uma publicação nesse tom Vinicius Júnior, e rapidamente abafada até quando foi possível. Que agora, os olhos e ouvidos dos funcionários estejam ainda mais abertos, assim como mostram estar para as autoridades locais e esportivas.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo