Espanha

Mourinho pede que diretoria do Real aja contra árbitros

José Mourinho disse estar cansado de ser o único do clube a defender o Real Madrid dos erros de arbitragem e pediu que a diretoria dos Blancos, mais especificamente o presidente Florentino Pérez, também agisse quando a equipe fosse prejudicada por um erro do juiz.

Mourinho se irritou com a arbitragem de Clos Gómez. O treinador chegou a afirmar que Gómez teria cometido treze erros na vitória por 1 a 0 dos merengues contra o Sevilla no último domingo.

“Me dão uma lista com treze erros graves e me perguntam se eu estava cansado da pressão. Não estou porque não me sinto pressionado em fazer as coisas que me gostam, que é treinar e jogar. Estou um pouco cansado que me dão uma lista de erros dos juízes e querem que eu seja a pessoa que ataque o árbitro e defenda a minha equipe”, disse Mourinho.

“Se eu vou com isso [criticar os árbitros] adiante, a história é sempre a mesma: suspensão para Mourinho. Temos um clube e um organograma. Quero que as pessoas defendam a nosso time”, continuou. “Quero defender a minha equipe, mas se eu falar de todos os erros, na próxima partida não estarei nem no banco de reservas. É fácil esconder-se atrás do treinador.”

Mourinho deixou claro que as declarações se dirigem diretamente a Florentino Pérez. “Obviamente tenho que pedir uma reunião urgente com o presidente, que é o meu superior e o número 1, com quem posso falar diretamente porque temos uma relação próxima e nos falamos todas as semanas.”

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo