Espanha

Marcelo: 'Todos achavam que seria emprestado, mas fiquei'

Marcelo deixou o Fluminense rumo ao Real Madrid, mas a concorrência com Roberto Carlos e a inexperiência indicavam que sua vida no clube espanhol lhe reservaria muitas dificuldades. Em entrevista publicada nesta sexta-feira no diário Marca, o lateral-esquerdo fala como superou esses problemas para ganhar mais chances entre os titulares, seu aprendizado e como lida com as comparações com Roberto Carlos.

“Todos pensavam que eu seria emprestado. Ninguém apostava em mim ou pensava que jogaria aqui, mas trabalhando forte e com a cabeça sempre no Real Madrid, consegui ficar”, comentou. Além de seu esforço, o brasileiro também contou com a aposta do técnico Bernd Schuster.

“Ele confiou em meu trabalho e me colocou para jogar em uma partida da Liga dos Campeões [contra o Werder Bremen]. Não pensava que fosse atuar, mas um companheiro se lesionou. Sabia que precisava melhorar para continuar e fiquei contente com a confiança que ele demonstrou por mim. Joguei na LC e isso é espetacular, incrível”, diz. O lateral ainda afirma não guardar mágoa de Fabio Capello, ex-técnico dos Merengues, e com quem não teve muitas chances.

Marcelo também se diz mais maduro e conta qual foi seu maior aprendizado dentro de campo. “Creio que evoluí um pouco para defender. Trabalhei muito essa parte e, ao entrar em campo, adquiri confiança, ainda mais depois do jogo contra o Werder Bremen. Há horas nas quais não se pode subir. Antes pensava mais em atacar do que em defender. Cannavaro conversa muito comigo e ele é perfeito”, relatou.

Nem mesmo a comparação com Roberto Carlos parece incomodá-lo. “Isso não me prejudicou, mas quero ser conhecido como o Marcelo, não como o substituto dele. Por outro lado, é bom as pessoas dizerem que sou sucessor dele. Roberto é meu ídolo e, para chegar ao mesmo nível dele, ainda preciso de muitas coisas”, completou.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo