La Liga

Valverde: “O que manda no Barcelona são os resultados, o treinador sempre está na mira”

O Barcelona atravessa um início de temporada claudicante no Campeonato Espanhol. Entre as oscilações e os tropeços, os blaugranas somaram apenas sete pontos em cinco rodadas da Liga. Ocupam uma modestíssima oitava colocação, embora o equilíbrio os permita seguir a quatro pontos de distância do líder Athletic Bilbao – que surge à frente do Real Madrid graças ao saldo de gols. Segundo dados do Mister Chip, este é o pior início do Barça na competição nacional desde a temporada 1994/95.

As principais críticas quanto ao aproveitamento ruim recaem sobre Ernesto Valverde. O treinador já não vinha de boas temporadas com o Barcelona, apesar dos títulos no Campeonato Espanhol, e não apresenta soluções mesmo com os reforços ao elenco. Neste sábado, durante a derrota para o Granada, os blaugranas demoraram 83 minutos para executar sua primeira finalização certa – e mesmo com a participação de Lionel Messi a partir do segundo tempo. Às vésperas do jogo contra o Villarreal, no entanto, o comandante tenta transmitir tranquilidade.

“Os treinadores são julgados a cada partida. Eu me sinto avaliado diariamente, é assim desde o princípio. Sempre estamos jogando por isso. Há uma exigência muito grande para todos os técnicos, e muito mais no caso do Barcelona. Sei que, no lugar onde estou, o que manda são os resultados. Sempre o treinador está sob a mira, não é uma surpresa. Temos que superar essa situação”, afirmou Valverde, durante a coletiva de imprensa.

O treinador evitou comparações com o Real Madrid, bem como disse que a vitória contra o Villarreal nesta terça-feira pode aliviar sua crise: “Eu me preocupo com a minha equipe, é a única coisa que preciso observar. O Real Madrid é um grande time, que sempre estará entre os primeiros. Ao final, você pode sair da crise em três dias. Temos que somar três pontos começando pelo Villarreal. Se não houver crise, você consegue se recuperar rápido. Esse é o espetáculo do futebol”.

Um dos problemas principais do Barcelona é o baixo rendimento como visitante. Desde abril, o time venceu apenas duas partidas longe de seus domínios, em 11 que disputou. A queda para o Liverpool na semifinal da Champions League é a ocasião mais emblemática. Ainda assim, os blaugranas não se recuperaram e seguem sem ganhar longe do Camp Nou em 2019/20, com duas derrotas e dois empates em quatro compromissos.

“Também tivemos um período de baixa no começo da temporada passada e fomos campeões em abril. Fora de casa, não fomos bem no fim da campanha porque já éramos campeões. Não associo com isso os problemas atuais, porque nossa Liga foi incrível. Não estamos bem fora de casa e agora temos que melhorar”, atenuou Valverde.

O técnico analisou que o maior problema é a forma como o ataque não anda rendendo, mas também se queixou das arbitragens: “Se você ataca bem, é que está bem posicionado e o adversário custa a surpreender nos contra-ataques. O Dortmund criou mais chances e não marcou gols. Não é normal que apitem três pênaltis em seis partidas contra a gente ou que Valencia e Betis nos marquem dois gols dentro de casa”.

Valverde, ainda assim, não quis individualizar a questão para Antoine Griezmann ou qualquer outro jogador à sua disposição: “Griezmann atuou no centro do ataque e na ponta, não depende de seu posicionamento. O certo é que não estamos jogando bem no ataque fora de casa. Não é por Griezmann, Pérez ou Ansu, é uma questão geral: os atacantes precisam entrar no jogo, precisamos melhorar nossa produção ofensiva fora de casa”.

Por fim, Valverde vê como algo fundamental a chance de anotar o primeiro gol e ter a tranquilidade para conduzir o ritmo das partidas – o que não aconteceu em seus tropeços recentes: “Começar a partida com um gol é algo que te ajuda a ganhar, você marca terreno diante do rival, como aconteceu com o Valencia. Ocorreu ao contrário no empate com o Osasuna e na derrota para o Granada. Isso é fundamental. Mas o público esteve com a gente nessas partidas e a torcida nos apoiará diante do Villarreal, que é uma grande equipe”.

O Barcelona volta a campo nesta terça-feira, quando recebe o Villarreal no Camp Nou, por La Liga. Seu próximo jogo fora de casa acontece no sábado, encarando o Getafe. Além disso, os culés terão uma sequência importante antes da Data Fifa de outubro. No meio da próxima semana, pegam a Internazionale na Catalunha pela Champions, antes de também ter a visita do embalado Sevilla pelo Espanhol.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo