Depois de uma sequência de quatro jogos aparecendo no marcador, com sete gols anotados, Luis Suárez passou em branco contra o neste sábado (13), por La Liga, mas e assumiram o protagonismo para garantir o 2 a 1 e o reencontro do Atlético de Madrid com a vitória.

Na rodada passada, os Colchoneros venciam o Celta por 2 a 1 até a reta final da partida, mas sofreram o empate nos pés de Facundo Ferreyra já aos 44 do segundo tempo, dando fim a uma sequência de oito vitórias em La Liga. Embora a vantagem na liderança fosse grande, de cinco pontos e com dois jogos a menos que o segundo colocado Real Madrid, o desejo era de responder ao tropeço com uma vitória fora de casa.

O adversário não vinha de bom momento, sem vencer há quatro rodadas, e o Atleti se aproveitou disso. No primeiro tempo, o time de Simeone dominou as ações, e Oblak não trabalhou. Rui Silva, por sua vez, se esforçou para levar o 0 a 0 para o intervalo. Na melhor chance da primeira etapa, Kondogbia deu bonita cavadinha para Suárez aos 30 minutos, e o uruguaio bateu forte, mas em cima do goleiro português.

Suárez teve outras duas boas oportunidades de deixar o seu no segundo tempo. Aos dois minutos, Correa cruzou da esquerda, a bola atravessou a área, e o camisa 9 acertou um bonito voleio, em direção ao chão, fazendo a bola subir e carimbar o travessão. Aos 14, em cobrança de escanteio desviada para a segunda trave, Suárez apareceu sozinho, mas não conseguiu dominar para finalizar.

Três minutos depois, o Atleti enfim abriu o placar com outro de seus destaques individuais na temporada. Marcos Llorente recebeu de Koke na entrada da área e bateu rasteiro, no canto esquerdo de Rui Silva, para fazer 1 a 0 com um bonito gol. O meio-campista vive temporada iluminada, sendo o jogador do setor com mais participações diretas em gols em La Liga, com sete tentos marcados e sete assistências.

O Granada se soltou mais na segunda etapa e, em alguns momentos, alternou um toma lá, dá cá com o Atleti. A resposta ao gol de Llorente não demorou a surgir. Aos 21 minutos, após escanteio afastado pela zaga colchonera, Jorge Molina pegou a sobra, tocou para o meio, e Yangel Herrera completou para o gol, contando ainda com desvio em Felipe para matar Oblak e fazer 1 a 1.

O Atlético, por fim, chegou ao gol da vitória aos 30 minutos do segundo tempo. Correa recebeu a bola pela direita, dentro da área, chutou rasteiro e contou com desvio providencial na zaga do Granada, acabando por encobrir Rui Silva para decretar o 2 a 1.

Com a vitória, o , agora com um jogo a menos que o Real Madrid, abriu oito pontos de vantagem para o rival e segundo colocado. O Barcelona, com a mesma quantidade de jogos que o time de Simeone, 21, aparece na terceira colocação com 11 pontos a menos que os Colchoneros.

Classements proposés par SofaScore LiveScore