La Liga

Sevilla garante a vitória num clássico fundamental contra o Betis e marca sua posição no G-4

Sevilla e Betis fizeram um clássico de peso neste domingo, especialmente pela situação de ambos no Campeonato Espanhol. Enquanto os rojiblancos diminuíram sua vantagem dentro do G-4 nas últimas rodadas, os verdiblancos vinham em franca ascensão e uma vitória poderia colocá-los na rota da Champions. No entanto, o time de Julen Lopetegui fez valer sua força no Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán e construiu a vitória por 1 a 0. Apesar da pressão dos beticos no final, os sevillistas garantiram três pontos valiosos.

O primeiro tempo seria mais aberto. O Betis tentava adiantar a marcação, mas o Sevilla aproveitou o espaço para atacar em velocidade e abriu o placar aos 27 minutos. Jesús Navas descolou um excelente lançamento do campo de defesa e Youssef En-Nesyri disparou pela esquerda. O centroavante driblou Joel Robles, antes de bater para a meta vazia.

Já durante o segundo tempo, o clássico tinha ares de tensão, com aberturas aos dois times. Os sevillistas ainda achavam espaços aos contragolpes, mas o Betis também beirou o empate. Os verdiblancos tiveram um gol anulado por impedimento, enquanto Diego Carlos evitaria um tento bizarro já aos 42, afastando o perigo quase em cima da linha. Ao fim, os rojiblancos celebraram o triunfo.

Com a vitória, o Sevilla abriu seis pontos de vantagem na quarta colocação. A Real Sociedad aparece logo abaixo, com 45 pontos, estacionada depois da derrota para o Granada neste domingo. Já o Betis é o sexto, com 42 pontos, encerrando uma sequência de quatro vitórias no campeonato. Neste momento, os verdiblancos estariam se classificando à Conference League, a nova competição da Uefa.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo