La Liga

Sevilla fica no 0 a 0 com o Alavés e, perdendo fôlego, pode ver o Real Madrid se distanciar

Foi o quinto empate em sete rodadas do Sevilla, e o Real Madrid pode abrir até oito pontos no fim de semana

O Sevilla empatou pela quinta vez nas últimas sete rodadas do Campeonato Espanhol e não está demonstrando ter fôlego para acompanhar o Real Madrid na briga pelo título, após ficar apenas no 0 a 0 com o Alavés, na zona de rebaixamento, nesta sexta-feira, fora de casa.

Muito difícil de ser batido, o time de Julen Lopetegui está invicto há 13 partidas pelo Campeonato Espanhol, desde que perdeu o confronto direto contra o Real Madrid em 28 de novembro, mas o excesso de empates, agora 10 em 27 rodadas, o impede de ser uma ameaça de verdade aos homens de Carlo Ancelotti.

O Real Madrid recebe a Real Sociedad no último jogo deste sábado e, se vencer, abrirá oito pontos na liderança, a 11 rodadas do fim do campeonato. O Sevilla teve dificuldades para criar chances claras de gol e quem foi mais perigoso no primeiro tempo foi o Alavés, com apenas uma vitória em seus últimos 15 jogos por La Liga.

Edgar Méndez pelo lado direito foi a principal fonte de criatividade. Aos 13 minutos, ele roubou uma bola na ponta e cruzou. No outro lado da área, Luis Rioja dominou e encheu o pé para boa defesa de Bono à queima-roupa. Logo na sequência, começou uma jogada que gerou um corte ruim de Jules Koundé, e Toni Moya finalizou rasteiro muito perto da trave. Em contra-ataque, Méndez cruzou para Gonzalo Escalante subir livre, mas cabecear para fora, já no final da etapa inicial.

Foi quando Lucas Ocampos começou a ficar frustrado. Quase acertou o ângulo, ainda antes do intervalo, e depois mandou um chute para fora, em boa posição, e exigiu boa defesa de Fernando Pacheco. No fim, o Sevilla não conseguiu furar a defesa do Alavés e quase levou o castigo final Pere Pons, que recebeu ótimo passe pela direita da grande área e, livre, bateu cruzado, para fora.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo