La Liga

Sevilla deixa escapar vantagem após o intervalo e só empata com o Espanyol

Equipe andaluz voltou para a segunda etapa vencendo, mas foi punida pelos catalães

Desacostumado a brigar pelo título espanhol, o Sevilla viveu um domingo esquisito quando foi enfrentar o Espanyol, na Catalunha, por La Liga. Após abrir o placar no primeiro tempo, a equipe de Julen Lopetégui não soube manter os nervos no lugar e os Periquitos conseguiram um ponto importante no placar de 1 a 1.

Apesar da dificuldade em enfrentar uma equipe fechada e de contragolpes rápidos como o Espanyol, o Sevilla se impôs na etapa inicial, dando verticalidade às suas saídas nos minutos iniciais. No entanto, a equipe da casa ofereceu uma competição acirrada no RCDE Stadium, levando bastante perigo à área de Bono.

A posse sevilhista se esfarelou progressivamente na primeira meia-hora e mesmo com os esforços de Papu Gómez e Lucas Ocampos (Anthony Martial se lesionou aos 26 e deu lugar a Papu), o gol não saía e as chances eram escassas. Foram apenas três finalizações, sendo duas no gol de Diego López. Mas pouco antes do apito para o intervalo, Rafa Mir estava bem colocado dentro da área e aproveitou cruzamento de Papu Gómez na medida para empurrar às redes.

Na volta para o segundo tempo, no entanto, o Espanyol já tinha entendido o que precisava fazer para igualar a competição. E utilizando a mesma arma do Sevilla, chegou lá com Sergi Darder, de cabeça, após um bom cruzamento de Óscar Gil no primeiro pau. O empate tirou os visitantes da zona de conforto e Lopetégui fez mexidas que tornaram o time mais ofensivo.

O que Lopetégui não esperava era que seu zagueiro Jules Koundé levasse dois cartões em pouco mais de cinco minutos, sendo o primeiro por falta e o segundo por conduta violenta. O cartão desfigurou o sistema defensivo andaluz e desequilibrou o confronto a favor do Espanyol, que voltou à carga sonhando com a virada. Foram boas chances criadas, sobretudo com Yangel Herrera, mas o placar não foi alterado e quando a bola foi ao gol, Bono soube passar segurança.

O resultado atrapalha bastante as ambições do Sevilla em pressionar o Real Madrid na tabela. A diferença entre eles e os líderes agora é de seis pontos. Na reta final, o time de Lopetégui terá diversas batalhas parecidas contra adversários, independente da posição em que se encontram na tabela. Nesses momentos, o elenco poderia chamar mais a responsabilidade. Enquanto se prepara para o jogo de volta contra o Dinamo Zagreb pela Liga Europa, o clube blanquirrojo dificilmente conseguirá se distrair da iminência de um novo clássico com o Betis, marcado para próximo domingo, dia 27.

Para o Espanyol, o empate deixou a sensação de que com um pouco mais de sorte, a virada poderia ter sido concretizada. Os Periquitos voltaram bem da segunda divisão e com alto poder competitivo, desafiando a lógica de um elenco sem estrelas como o que tem à disposição.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo