La Liga

O Valencia supera o Osasuna e enfim volta a respirar fora da zona do rebaixamento – mas joga o Sevilla no Z-3

Depois de oito rodadas sem vencer, o Valencia dá sinais de reação com duas vitórias nos últimos três jogos - e sempre contra adversários da metade superior da tabela

A situação ainda é delicada, mas o Valencia começa a dar sinais de recuperação em La Liga. Depois de oito rodadas sem vencer e cinco derrotas consecutivas, o time de Rubén Baraja fechou fevereiro com um triunfo sobre a Real Sociedad. A equipe vendeu caro a derrota para o Barcelona no último final de semana. Já neste sábado, os Ches ganharam outra vez e saíram da zona de rebaixamento. O Osasuna faz boa campanha e merecia respeito no Mestalla. Mesmo assim, os valencianos foram claramente superiores e ganharam por 1 a 0. Com isso, deixaram a zona de rebaixamento – onde o Sevilla dormirá ao menos nesta noite.

O Valencia já tinha sido melhor durante o primeiro tempo. Os Ches tiveram mais a bola e também foram mais contundentes, com três ocasiões claras. Na melhor delas, o goleiro Sergio Herrera fez milagre diante de Hugo Duro. E o Osasuna agradeceu ao VAR, porque minutos antes o goleiro havia sido expulso por uma falta fora da área, mas a arbitragem corrigiu o cartão após a revisão.

Já o segundo tempo não começou tão bem ao Valencia, mas não que o Osasuna produzisse tanto. Com o impasse, os Ches aproveitaram uma bola recuperada para determinar a vitória aos 29 minutos. Samuel Lino disparou até a área e tocou para Justin Kluivert, que definiu com um chute preciso, rente à trave. Mesmo com a vantagem, os valencianos tiveram melhores oportunidades para ampliar. Sergio Herrera salvou uma cabeçada de Samuel Lino e, nos acréscimos, ainda defendeu um pênalti cobrado por Hugo Duro.

O Osasuna aparece na oitava posição de La Liga, com 34 pontos, mas num momento desfavorável que o distancia da zona de classificação às copas europeias. O foco é na Copa do Rei. Já o Valencia sobe para o 16° lugar, com 26 pontos. Ao menos nesta rodada, não tem riscos de voltar ao Z-3. É uma briga muito parelha na metade inferior da tabela do Espanhol, em que apenas seis pontos separam o 10° do 19°. Com isso, o Sevilla fecha o sábado na zona de rebaixamento, com 25 pontos. Tentará sair num duelo direto com o Almería, logo abaixo, também com 25 pontos.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo