La Liga

O Real Madrid suou um bocado contra o Valladolid, mas Courtois e Casemiro permitiram ao time se aproximar da liderança

O Real Madrid conseguiu aproveitar o tropeço do Atlético de Madrid neste sábado para se aproximar da liderança de La Liga. Não seria uma partida fácil aos merengues, diferentemente do que os prognósticos apontavam. Mesmo ameaçado pelo rebaixamento, o Valladolid deu trabalho no Estádio José Zorrilla e Thibaut Courtois precisaria ser decisivo na noite. Outro homem de confiança dos merengues que apareceu foi Casemiro, mais uma vez pintando no ataque e anotando o gol para o triunfo por 1 a 0. Esta foi a quarta vitória consecutiva dos madridistas na competição.

O Real Madrid, cabe ressaltar, segue com diversos desfalques em seu time titular. A maior baixa é a de Karim Benzema e, por isso, Mariano Díaz jogou no comando do ataque – ao lado de Marco Asensio e Vinícius Júnior. Quem começou mandando em campo foi o Valladolid. Antes dos dez minutos, Courtois já tinha realizado três grandes defesas. Foram duas intervenções vitais no mesmo lance, barrando os arremates de Fabián Orellana e Saidy Janko. Depois, o arqueiro também rebateu um chute forte de Rubén Alcaraz. Seria um momento perigosíssimo aos merengues.

Depois do sufoco, o Real Madrid faria uma partida com mais controle, mas sem conseguir se impor conforme o esperado. Marco Asensio perdeu uma chance clamorosa, embora estivesse impedido. Os impedimentos, aliás, frustraram os merengues na primeira etapa. Mariano Díaz teve dois gols anulados por estar em posição irregular. O trio ofensivo escalado por Zidane não funcionava. E não que o Valladolid fosse mero espectador. Os violetas tiveram bem menos posse de bola, mas finalizaram mais na primeira etapa. Pareciam dispostos a se aproveitar da falta de confiança dos madridistas.

Na volta ao segundo tempo, o Valladolid novamente se atreveu. O Real Madrid tentava aumentar a intensidade, mas produzia pouquíssimo no ataque e o goleiro Jordi Masip fazia defesas protocolares. E os merengues quase entregaram o ouro aos dez. Ferland Mendy cruzou uma bola sem sentido em direção à própria área. Orellana apareceu sozinho para fuzilar, mas o chute firme veio no centro do gol e Courtois salvou. Os violetas tinham motivos para acreditar numa surpresa.

O planos do Valladolid só foram estragados aos 20 minutos. Uma bola parada resolveu o jogo para o Real Madrid. Casemiro já tinha aparecido duas vezes com liberdade na área, mas cabeceou mal. Na terceira, o brasileiro não perdoou. Toni Kroos cobrou falta na intermediária e o meio-campista testou para as redes, definindo a vitória. Zidane realizou três alterações na sequência, mas precisou recorrer aos garotos. O Real não fez muito para ampliar o placar. Em compensação, deu para administrar o resultado sem muitos problemas, já que o Valladolid não teve fôlego para pressionar no final.

Mesmo sem transmitir segurança, o Real Madrid chega à quarta vitória consecutiva no Espanhol. O time soma 52 pontos e, nas últimas quatro rodadas, diminuiu em sete pontos a diferença em relação ao Atlético de Madrid – com 55, mas ainda uma partida a menos. Já o Barcelona, com dois jogos a menos, está com 46. O Valladolid, na outra ponta da tabela, ocupa a antepenúltima posição. Soma 21 pontos e está na zona de rebaixamento pelo saldo de gols desfavorável. Neste sábado, mostrou como pode lutar.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo