La Liga

O Real Madrid confiou na garotada, goleou o Granada e mantém a perseguição ao Atlético de Madrid

Modric orquestrou o time, num jogo em que várias jovens promessas foram titulares e deram sua contribuição

O Granada já tinha derrubado o Barcelona semanas atrás e, mesmo no meio da tabela, é um adversário que inspira cuidados em La Liga. O Real Madrid visitava o Estádio Nuevo Los Cármenes pressionado, precisando vencer para manter suas chances na perseguição ao Atlético de Madrid na liderança. Mas, no fim das contas, a vitória foi até maior que as expectativas. Mesmo cheio de garotos, o time de Zinédine Zidane teve uma atuação segura e, orquestrado por Luka Modric, goleou por 4 a 1. Neste momento, os madridistas seguem dois pontos atrás dos colchoneros, restando mais duas rodadas para o desfecho do Campeonato Espanhol.

O Real Madrid vinha cheio de novatos em sua escalação, sobretudo na defesa, mas logo mostrou que estava disposto a construir uma vitória rápida. O ataque tinha ótima movimentação com Rodrygo e Vinícius Júnior pelas pontas, além de Karim Benzema no comando. Num avanço rápido, Benzema quase abriu o placar aos 14, numa cabeçada que parou em ótima defesa de Rui Silva. O gol não demorou, três minutos depois. O jovem lateral Miguel Gutiérrez, em sua primeira aparição como titular, deu um lindo passe por elevação. Luka Modric se infiltrava e chutou por baixo do goleiro. O veterano foi agradecer o presentaço do garoto.

Depois do gol, o jogo se equilibrou um pouco mais. As duas equipes tinham espaço e o Granada acertou sua marcação. Faltava precisão nas finalizações, sem que nenhum dos goleiros trabalhasse tanto. Pouco antes do intervalo, o Real Madrid voltou a crescer. Rui Silva parou um chute de Vinícius sem dar rebote e, nos acréscimos, saiu o segundo gol merengue. Rodrygo marcou, numa linda jogada individual. O ponta recebeu a bola no meio, do igualmente jovem lateral Marvin Park, e acelerou. Quando invadiu a área, o brasileiro abriu para o chute e bateu longe de Rui Silva.

O segundo tempo recomeçou com o Real Madrid administrando o ritmo e Modric dando um show na distribuição, com uma coleção de passes cheios de categoria. Num desses presentes, Vinícius invadiu a área, mas bateu em cima de Rui Silva. O Granada, de qualquer forma, chegava um pouco mais e Luis Suárez furou um chute na pequena área, perdendo a chance de descontar aos 22. O gol dos andaluzes, de qualquer forma, não tardaria. Aos 26, numa bola ganha no meio, Thibaut Courtois até salvou o chute de Suárez, mas Jorge Molina marcou no rebote.

O Real Madrid, ainda assim, não passou sufoco. Modric estava mesmo inspirado e construiu o terceiro aos 30. O croata deu uma tacada de sinuca para Eden Hazard, que havia saído do banco. O belga atrasou e Álvaro Odriozola invadiu a área para definir. O quarto também saiu na sequência. Rui Silva errou feio uma tentativa de corte na intermediária e a bola ficou com Benzema. O francês fintou o goleiro e arriscou da intermediária, anotando com a meta vazia. No fim, ainda caberia um brilho particular de Courtois, diante da insistência do Granada. O goleiro realizou duas boas defesas, incluindo uma linda ponte em chute colocado de Domingos Quina.

Vice-líder, o Real Madrid fecha a antepenúltima rodada de La Liga com 78 pontos. Permanece dois pontos atrás do Atlético de Madrid, representando a principal ameaça aos colchoneros, depois que o Barcelona só empatou com o Levante e ficou nos 76 pontos. Vale lembrar que o Sevilla, quarto colocado, não tem mais chances matemáticas de ficar com a taça. Já o Granada é o décimo colocado. Com 45 pontos, também se despediu das últimas esperanças de se classificar à Liga Europa. Nas duas últimas rodadas, o Real pega Athletic Bilbao fora e fecha a campanha contra o Villarreal em casa.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo