La Liga

O Atleti de Simeone estava próximo de, enfim, bater o Barça. Mas Suárez apareceu

Luis Suárez faz uma temporada apagada com a camisa do Barcelona. Havia marcado apenas dois gols, nenhum deles muito decisivo. Os últimos da goleada por 5 a 0 sobre o Espanyol e do 3 a 0 em cima do Girona. Neste sábado, porém, o uruguaio evitou que Diego Simeone conquistasse sua primeira vitória contra o Barça pelo Campeonato Espanhol, ao empatar o jogo do Wanda Metropolitana, aos 37 minutos do segundo tempo. Placar final: 1 a 1.

LEIA MAIS: Depois do que aconteceu na Catalunha, como será o próximo Barça x Real? Este vídeo provoca

Simeone esteve próximo de quebrar o seu tabu particular contra o gigante da Catalunha. Desde que assumiu os colchoneros, o técnico havia enfrentado o Barcelona 21 vezes, com apenas duas vitórias, todas pela Champions League, sete empates e 12 derrotas. Em partidas válidas por La Liga, o pontinho conquistado neste sábado foi apenas o quarto em 36 disputados.

Saúl abriu o placar, aos 21 minutos, com um golaço de fora da área, em um primeiro tempo que viu o Barcelona acertar um único chute a gol. A marcação do Atlético de Madrid era praticamente perfeita, cedendo poucos espaços para Messi entre as linhas de meio-campo e defesa.

Ernesto Valverde mexeu no time, depois do intervalo. Entrou Sergi Roberto no lugar de Semedo, e Deulofeu no de Iniesta. Esta última foi a mais importante por modificar um pouco o sistema catalão, com um jogador mais incisivo pelos lados do campo. As chances do Barça começaram a aparecer. Messi acertou a trave duas vezes e, em passe de Sergi Roberto, Suárez empatou de cabeça.

O gol acordou tanto o Barcelona quanto o uruguaio. O camisa 9 quase virou, mas faltaram alguns centímetros para desviar o cruzamento de André Gomes. Pouco depois, ele arriscou de fora da área, com muito perigo. No último lance da partida, Griezmann fez uma falta perigosíssima em cima de Messi, na entrada da área. O argentino bateu, mas Oblak defendeu.

Faltou o Atlético de Madrid ser mais perigoso no ataque para matar a parada no primeiro tempo, quando foi amplamente superior ao Barcelona. A marcação ferrenha uma hora afrouxou e, com as mudanças de Valverde, os visitantes conseguiram se recuperar, empatar e quase virar. O Barça não está mais 100% no Campeonato Espanhol, agora com sete vitórias e um empate, mas isso é pouco consolo para Simeone que, mais uma vez, não conseguiu ganhar do rival.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo