La Liga

Falcao García garantiu o milagre do Rayo em San Mamés e fez o gol da vitória sobre o Athletic aos 51 do 2° tempo

Após marcar na estreia contra o Getafe, Falcao agora foi herói no agonizante triunfo em Bilbao

Radamel Falcao García atormentou muitas noites de sono da torcida do Athletic Bilbao. Um dos maiores momentos dos bascos em sua história foi frustrado pelo colombiano, na temporada 2011/12, quando o artilheiro decidiu a final da Liga Europa com a camisa do Atlético de Madrid. Pelos colchoneros, El Tigre anotou sete gols em apenas quatro encontros com os Leones. E o pesadelo voltou nesta terça-feira, agora com a camisa do Rayo Vallecano. Os franjirrojos empatavam com o Athletic em San Mamés até os 51 do segundo tempo, quando Falcao apareceu mais uma vez. O atacante, que havia saído do banco minutos antes, garantiu a milagrosa vitória dos visitantes por 2 a 1 em La Liga.

Falcao já tinha ajudado o Rayo Vallecano na rodada anterior de La Liga, em sua estreia pelo novo clube. O centroavante entrou no segundo tempo e fechou a vitória por 3 a 0 sobre o Getafe, balançando as redes uma vez. Apesar disso, o técnico Andoni Iraola preferiu deixá-lo na reserva de novo. E os franjirrojos não sentiram falta do veterano para começar a aprontar em San Mamés. O placar foi aberto aos cinco minutos, em uma roubada de bola no campo de ataque. Sergi Guardiola serviu e Álvaro García definiu com um leve toque por cobertura na saída de Unai Simón.

Apesar da vantagem precoce, o Rayo não se acovardou e continuou gerando incômodo ao Athletic, mesmo sem tantas chances claras. Os bascos só cresceram a partir dos 30 minutos, para conseguir um gol de empate na sorte. Após cobrança de falta de Iker Muniain, Pathé Ciss desviou o cruzamento e marcou o gol contra. Nico Williams ainda quase conseguiu a virada antes do intervalo. O segundo tempo permanecia aberto, sem que o Athletic conseguisse exercer um domínio claro em campo. E o reencontro com Falcao ocorreu a partir dos 31, quando o colombiano substituiu Unai López, dando mais ofensividade à equipe de Andoni Iraola.

O Rayo tinha uma postura valente nos minutos finais e Falcao impunha respeito, mas os visitantes ainda não conseguiam acertar suas jogadas. Por fim, no desespero pelo gol decisivo, os acréscimos ganharam emoção. Os Leones desperdiçaram grande chance com Jon Morcillo, que não cabeceou bem aos 49. El Tigre não perdoaria aos 51. Bebé cobrou falta pela direita e o centroavante entrou rasgando na área, para desferir uma cabeçada fulminante. Para ser herói da torcida madrilena de vez.

O triunfo do Rayo Vallecano quebrou a invencibilidade do Athletic Bilbao e ainda permitiu que os recém-promovidos entrassem no G-4 de La Liga. Os franjirrojos somam dez pontos, na quarta colocação, embolados com Valencia e Real Sociedad no início da sexta rodada. O time de Andoni Iraola já prometia pelas ideias de seu jovem treinador (antigo ídolo do Athletic) e ainda ganha um cara decisivo como Falcao. Já os Leones caem para o sexto lugar, com nove pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo