La Liga

Em busca da recuperação em La Liga, Real Sociedad vence Espanyol com um gol aos 51 do 2° tempo

Um pênalti no apagar das luzes garantiu o triunfo da Real Sociedad, em recuperação, dentro da Reale Arena

Pelo segundo ano consecutivo, a Real Sociedad vive roteiro parecido em La Liga. A equipe perdeu fôlego depois de um bom início de campanha e, neste momento, briga apenas pelas vagas nas copas secundárias da Uefa. Apesar da queda de rendimento, os bascos voltaram a encadear resultados melhores desde o fim de fevereiro. E foi valiosa a vitória desta segunda-feira, na Reale Arena. Um gol aos 51 do segundo tempo ofereceu o triunfo por 1 a 0 sobre o Espanyol, que amplia a vantagem dos txuri-urdin na sexta posição.

Não seria um jogo de muitas emoções em San Sebastián. O primeiro tempo teve domínio da Real Sociedad, que parou em duas defesas do goleiro Oier Olarzábal, mas também viu Leandro Cabrera perder grande chance para o Espanyol. Durante a segunda etapa, a falta de pontaria atrapalhava os txuri-urdin, que tiveram ainda um gol anulado de Alexander Sörloth. A salvação ocorreu apenas nos acréscimos, num pênalti marcado aos 48. Depois de três minutos, entre reclamações e confirmação, Alexander Isak cobrou e garantiu o resultado para os bascos.

A Real Sociedad ocupa o sexto lugar, com 51 pontos. Os times no retrovisor ficaram distantes, com o Villarreal já seis pontos abaixo. A briga agora é por melhorar a competição que os bascos poderão disputar, atualmente na zona da Conference. O Betis, na Liga Europa, tem 53 pontos. Já o Sevilla empacou na tabela e agora é o quarto colocado, com 57, ultrapassada nos critérios de desempate por Atlético de Madrid e Barcelona. A Champions parece difícil para a Real, mas um sprint final poderia tornar possível. O Espanyol, em 12°, tem 36 pontos – dez acima da zona de rebaixamento.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo