La Liga

De Jong comandou o Barcelona na vitória sobre o Elche, com missão cumprida sem tantas sobras

O Barcelona não veio de uma boa semana, com a derrota na final da Supercopa da Espanha e o sofrimento diante do pequeno Cornellà na Copa do Rei. Os blaugranas enfrentaram três prorrogações consecutivas e precisavam lidar com o cansaço durante sua visita ao Elche neste domingo. Não foi a partida mais brilhante do Barça, mas o time assegurou a vitória por 2 a 0. O goleiro Badia evitou um placar mais elástico aos visitantes no segundo tempo, mesmo que Ter Stegen também tenha sido decisivo num momento isolado em que os valencianos ameaçaram o empate. De Jong sai com moral, responsável pelo gol e também pela assistência na tarde.

O Barcelona começava a partida mais uma vez sem Lionel Messi, suspenso. A ausência do craque era sentida com um time que dominava a partida, mas não fazia muito para romper a compacta defesa do Elche. Os blaugranas levaram quase meia hora para criarem o primeiro lance realmente perigoso, num chute de Jordi Alba da entrada da área que seguiu para fora. A partir de então, a equipe começaria a melhorar. Logo depois seria a vez de Sergio Busquets tentar e exigir a primeira defesa do goleiro Edgar Badia, segurando firme. Ousmane Dembélé era quem mais tentava algo diferente no trio ofensivo. Foi aproveitando esse instante que o Barça abriu a contagem na Comunidade Valenciana, aos 38.

O gol do Barcelona, entretanto, dependeu de um erro do Elche. Martin Braithwaite fez a jogada pela esquerda e buscou Antoine Griezmann no cruzamento. Diego González cortou parcialmente e ia marcando o gol contra, até que Frenkie de Jong aparecesse para concluir em cima da linha. O Elche ainda tentaria reagir depois disso, mas numa boa chegada dos anfitriões, Marc-André ter Stegen realizou defesa segura. Era pouco ao time da casa, que abusava das bolas longas e se fechava demais atrás.

Na volta ao segundo tempo, o Elche passou a sair mais e tentou forçar algum erro. A grande chance desperdiçada pelos anfitriões aconteceu aos dez minutos, a partir de um vacilo tremendo da zaga barcelonista. A bola sobrou limpa a Emiliano Rigoni, que saiu de frente com Ter Stegen, mas o goleiro operou um milagre com o pé. A resposta do Barcelona seria imediata, com Badia também saindo ao resgate num bom chute de Ousmane Dembélé. Os blaugranas cresceriam com o passar dos minutos na segunda etapa, tentando resolver o jogo e evitar novos sustos.

Badia fazia defesas importantes e a zaga do Elche mantinha a resistência. O Barcelona ganhou mais força ofensiva com a entrada de Trincão no lugar de Dembélé. O garoto estava disposto a mostrar serviço e forçou duas defesas sensacionais de Badia. Já o segundo tento também dependeria da entrada de Riqui Puig. Dois minutos após sair do banco, o meio-campista fechou o placar, aos 43. De Jong fez ótima jogada pela direita e chegou à linha de fundo, cruzando para Puig definir de cabeça. O placar se resolvia.

O Barcelona chega aos 37 pontos, retomando a terceira colocação, à frente do Sevilla. O time fica a três pontos do Real Madrid novamente e precisa secar o Atlético de Madrid em sua excelente sequência. Já o Elche vem em baixa e ocupa a vice-lanterna. Os valencianos tem 17 pontos, a dois de sair da zona de rebaixamento. Pelo menos, contabilizam dois jogos a menos que a maioria dos concorrentes.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo