O tenta encontrar um caminho e faz experimentações em seu time. Zinédine Zidane não costuma ser dos treinadores mais flexíveis, mas se permitiu testa no esquema tático e conquistou a vitória nesta terça-feira. Os merengues mantiveram amplo controle da partida, mesmo com os gols só saindo no segundo tempo, e derrotaram o por 2 a 0 no Estádio Alfredo Di Stéfano. Vinícius Júnior e Marcelo contribuíram com uma assistência cada, enquanto os madridistas seguem tentando reduzir a diferença em relação ao Atlético de Madrid no topo da tabela de La Liga.

Zinedine Zidane apostou numa formação pouco usual no início da partida, talvez motivado também pelos muitos desfalques. O Real Madrid entrou num 3-4-3. Ferland Mendy e Nacho Fernández formavam um trio de zaga com Raphaël Varane. No meio, Casemiro e Luka Modric atuavam centralizados, com Marcelo e o garoto Marvin Park abertos nas alas. Já na frente, um tridente ofensivo composto por Marco Asensio, Karim Benzema e Vinícius Júnior.

Apesar da proposta de jogo do Getafe no início, tentando abafar a saída de bola do Real Madrid, os merengues logo empurrariam os visitantes para trás e poderiam ter inaugurado o placar logo cedo. Aos cinco minutos, Casemiro chutou prensado na pequena área e, pouco depois, Karim Benzema mandou uma cabeçada no travessão. Porém, o amplo controle dos madridistas não geraria chances tão claras com o passar dos minutos.

O Getafe conseguia manter a segurança em sua área, sem responder no ataque. O Real Madrid, até por sua escolha tática, explorava bastante os lados do campo. Faltava encontrar uma maneira de abrir a defesa do Getafe. Demorou para o goleiro David Soria realizar a primeira defesa, aos 38, num chute forte de Luka Modric que o arqueiro desviou com o pé. De qualquer maneira, a criação dos madridistas era limitada.

Na volta ao segundo tempo, o Getafe deu um grande susto. Ángel Rodríguez apareceu livre na área e tentou o voleio, mas pegou mal demais na bola. Seria um raro momento desperdiçado, já que o Real Madrid logo retomaria o controle e seria mais agressivo. Soria realizou outra ótima defesa, espalmando um chute colocado de Benzema que tinha endereço. Pepe Bordalás realizaria três mudanças e os Azulones tiveram nova brecha com Marc Cucurella na área, mas Varane foi preciso no corte. Então, a vitória se abriria.

O primeiro gol do Real Madrid saiu aos 15 minutos, num cruzamento de Vinícius Júnior para a cabeçada livre de Benzema. Numa noite de lampejos pontuais, o brasileiro recebeu com espaço para caprichar, enquanto a zaga ainda reclamou de uma falta do francês. Aproveitando a vantagem, os merengues ampliaram aos 21. Ferland Mendy (ótimo em sua nova função) iniciou a jogada com uma arrancada pelo meio e apareceu na área para concluir, desviando o cruzamento de Marcelo a meia altura. A partir de então, o resultado estava feito. Benzema e Vinícius Júnior teriam boas arrancadas, mas os madridistas se contentaram em cozinhar o triunfo. O Getafe não responderia.

O Real Madrid chega aos 46 pontos no Campeonato Espanhol. Fica a cinco do Atlético de Madrid, mas com duas partidas a mais que os rivais. O Barcelona, com 43, pode igualar os merengues. Já o Getafe voltou a emendar tropeços nas últimas rodadas e perdeu fôlego em sua recuperação. Com 24 pontos, quatro acima da zona de rebaixamento, ocupa o 13° lugar.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore