La Liga

Com muito sofrimento, Real Madrid contou com oportunismo de Varane para vencer Huesca

Quando o Real Madrid olha a tabela, o jogo contra o Huesca é sempre visto como aquele para ganhar os três pontos e seguir adiante. A prática, porém, nem sempre é tão simples. O duelo foi complicado, travado, e os merengues ainda saíram perdendo. A virada veio de forma improvável, com dois gols de um zagueiro, Raphaël Varane, para vencer por 2 a 1. Vitória importante para manter a perseguição ao líder Atlético de Madrid.

Depois de um empate sem gols no primeiro tempo, com os dois times jogando pouco. Embora o Real Madrid tenha ficado muito com a bola, só foi dado um chute certo no primeiro tempo, dos merengues. Sem muito brilho. O Huesca chutou até mais, seis vezes, contra as cinco do Real Madrid, mas não acertou nenhum deles no gol.

No começo do segundo tempo, veio o gol do time da casa. Em uma linda jogada bem trabalhada, Javi Galán recebeu do japonês Shinji Ozakazi e chutou no ângulo, cruzado, marcando um golaço: 1 a 0. Eram apenas três minutos do segundo tempo. Complicou ainda mais a vida dos visitantes.

O gol de empate veio aos 10 minutos, antes que virasse um drama. Benzema cobrou falta com muito perigo, o goleiro defendeu jogando a bola para cima, e Varane aproveitou para tocar de cabeça e marcar o gol de empate por 1 a 1. Um gol chorado, sofrido, mas que valeu para igualar o marcador.

Precisando da vitória, o Real Madrid pressionou, trocou jogadores, colocou Marvin Park no lugar de Ferland Mandy e tinha colocado Marcelo no lugar de Odriozola antes. Também colocou Mariano Díaz antes de Vinícius Júnior. Apesar das tentativas de trabalhar as jogadas, o time parou nos próprios erros, além do goleiro Álvaro Fernandez, que defendeu uma bola que Benzema teve uma enorme chance.

O gol saiu no fim do jogo, quando o cronômetro já marcava 39 minutos do segundo tempo. Toni Kroos a bola para a área, Casemiro tocou de cabeça, o goleiro Álvaro Fernandez espalmou para o lado e quem estava lá? Ele mesmo, Varane. O zagueiro empurrou para o gol e marcou 2 a 1, virando a partida.

Foi importante para o Real Madrid chegar a 43 pontos, sete a menos que o Atlético de Madrid, líder com 50, e com dois gols a menos. Mantém a segunda posição e dá um pouco de alívio ao pressionado técnico Zinedine Zidane.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo