Em meio a um momento de questionamento sobre o trabalho e a continuidade de Zinédine no comando do Real Madrid, a equipe merengue respondeu bem à pressão e teve contra o Valencia uma de suas melhores atuações na temporada, em um momento importante da campanha, com a proximidade das oitavas da Champions League. Dominante do início ao fim, o Real construiu a vitória por 2 a 0 ainda no primeiro tempo e não viu o triunfo sob risco em momento algum.

Zidane escalou o melhor time que tinha à disposição, com Kroos e Modric no meio, Vinícius Jr., Asensio e no ataque. Carvajal era dúvida na direita, foi titular, mas deixou o campo lesionado ainda no primeiro tempo, aos 28 minutos, substituído por .

A equipe da casa começou em alto ritmo e não deixava o sair de seu campo. Com 12 minutos, já conseguiram o primeiro gol em bonito chute de fora da área de Benzema, acertando o canto esquerdo de Jaume Doménech.

Faminto por gols, o Real chegou ao segundo tento ainda no primeiro tempo. Aos 42, após uma boa trama no ataque, Vázquez tocou para Kroos, que, de dentro da área, chutou baixo para vencer Doménech e ampliar para 2 a 0.

O amplo domínio do Real Madrid ficou evidenciado nas estatísticas do primeiro tempo. Os comandados encurralaram o Valencia, com dez finalizações, cinco delas a gol, enquanto os Ches só foram finalizar na segunda etapa. Ainda assim, sem conseguir levar grande perigo a Courtois, que teve que fazer apenas uma defesa em todo o jogo, em chute venenoso de Maxi Gómez aos oito do segundo tempo.

O Real chegou a marcar o terceiro gol com Ferland Mendy, em bonito lance de velocidade, ultrapassagem e drible, aos 16 do segundo tempo, mas o tento foi anulado após revisão do VAR por posição milimétrica de impedimento. Mendy teve outra grande chance de marcar aos 33 minutos da etapa final, recebendo cruzamento baixo preciso de Benzema dentro da área, mas se enroscou com a e não conseguiu finalizar gostaria.

Modric e Kroos dominaram o meio de campo e condicionaram o domínio mais amplo do Real no duelo. Com um futebol sólido, dominando a posse de bola e controlando o ritmo do encontro, acelerando jogadas quando parecia apropriado, o Real Madrid teve uma partida de referência para as próximas semanas. A ressalva, é claro, é a temporada fraca que faz o Valencia de Javi Gracia, apenas três pontos à frente da zona de rebaixamento e vindo de uma única vitória nos últimos cinco jogos no Campeonato Espanhol.

Com o triunfo, o Real chegou a três vitórias seguidas em La Liga e diminuiu a vantagem do líder Atlético de Madrid para cinco pontos, mas ainda está longe de brigar pelo título, com os Colchoneros tendo dois jogos a menos na competição. De qualquer forma, tem que caminhar passo a passo e comemorar as vitórias do dia a dia, especialmente conforme entra em um momento importante na temporada. No próximo dia 24, os merengues enfrentam a Atalanta pela partida de ida das oitavas de final da Champions League.

Classements proposés par SofaScore LiveScore