La Liga

Benzema e Vinícius mais uma vez se combinam para a vitória sobre o Mallorca, que consolida o Real Madrid na liderança

Os atacantes do Real Madrid tiveram participação ativa no resultado construído durante o segundo tempo, embora o francês tenha se lesionado

Após a histórica classificação sobre o Paris Saint-Germain na Champions League, o Real Madrid ganhou um descanso maior em La Liga. Os merengues fecharam a rodada nesta segunda-feira, em visita ao Mallorca no Estádio Son Moix. Os bermellones até incomodaram em certos momentos e fizeram um jogo pegado, mas os merengues conquistaram a vitória por 3 a 0 durante o segundo tempo. Karim Benzema e Vinícius Júnior mais uma vez estiveram entre os destaques, com uma ótima conexão no ataque que rendeu os dois primeiros tentos. A situação dos madridistas na liderança é bem confortável.

O Real Madrid conseguiu ditar o ritmo nos primeiros minutos e quase abriu o placar aos seis. A parceria entre Vinícius Júnior e Benzema começou a funcionar, com um passe do brasileiro para o francês disparar e exigir grande defesa de Sergio Rico. Logo depois, Vinícius ajeitou para um petardo de Ferland Mendy ao lado da trave. A pressão merengue não duraria tanto, com o Mallorca conseguindo incomodar também em suas saídas em velocidade. Vedat Muriqi levaria perigo. Com o passar dos minutos, o jogo ficaria mais travado e pegado. A defesa dos bermellones chegava junto e o duelo esquentaria de vez numa entrada dura de Pablo Maffeo sobre Vinícius Júnior, aos 29, que nem falta rendeu. A arbitragem perdia o controle.

A temperatura elevada do jogo não beneficiava o Real Madrid, que não se entendia tão bem nesse momento. Quase o Mallorca se aproveitou para abrir a contagem. Aos 36, Nacho travou Ángel Rodríguez dentro da área e, na sobra, Maffeo ganhou a dividida de Mendy. O lateral estava de frente para o crime, mas mandou o chute na trave. A resposta merengue viria com Vinícius Júnior, mas o ponta demorou a finalizar. O jovem aparecia bastante e chamava a responsabilidade, sem deixar de partir para cima por causa das pancadas. Num lindo lance, deixaria Maffeo no chão, embora na sequência de seu passe a finalização tenha sido travada.

O Mallorca até voltou para o segundo tempo disposto a manter o nível de intensidade alto. Porém, logo aos dez minutos, o Real Madrid começou a abrir sua vitória. O gol surgiu numa roubada de bola, a partir da pressão de Federico Valverde, em lance no qual os anfitriões reclamaram bastante da falta. Benzema pegou o presente e entregou para Vinícius Júnior. Com muito espaço, o atacante chutou por baixo do goleiro Sergio Rico e correu para o abraço. Nos minutos seguintes, os bermellones tentaram sair mais para o ataque, mas deixavam mais espaços para os merengues. Além disso, quando recuperavam a bola, os visitantes sabiam administrar o resultado.

Uma notícia ruim para o Real Madrid veio com a lesão de Rodrygo. Mas logo o segundo gol saiu, aos 30, numa combinação entre Benzema e Vinícius que rendeu um pênalti sobre o brasileiro. O francês converteu para ampliar. Já aos 38, Benzema aproveitou a contribuição de outro brasileiro, Marcelo, que tinha acabado de sair do banco. O lateral deu um cruzamento magistral para a cabeçada certeira do centroavante, que fechou a conta com o terceiro gol. Outro problema seria a lesão do artilheiro no lance, também deixando o campo. Os merengues precisaram terminar o jogo com dez homens, por terem feito todas as substituições, mas preservaram o placar.

O Real Madrid emenda a quarta vitória consecutiva de La Liga e consolida uma situação muito tranquila na liderança. O Sevilla está 10 pontos atrás, enquanto Barcelona e Atlético de Madrid aparecem 15 pontos abaixo. Neste momento, o título merengue parece questão de tempo, e o clássico do próximo domingo, no Bernabéu, pode ser o passo mais firme. O Mallorca sofre sua quinta derrota consecutiva e está em risco na metade inferior da tabela. A equipe soma 26 pontos, dois acima da zona de rebaixamento, no 16° lugar.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo