La Liga

Barcelona nem precisou de Messi para bater Alavés e ficar a três pontos de conquistar La Liga

O Barcelona está cada vez mais próximo de garantir a conquista do título espanhol. Não que haja qualquer chance razoável do time da Catalunha não ficar com a taça, mas a equipe quer acelerar a conquista para, enfim, se dedicar à Champions League. Nesta terça-feira, venceu o Alavés, fora de casa, sem precisar de um esforço grande, nem mesmo usar muitos minutos de Lionel Messi. Os 2 a 0 conquistados fora de casa deixam a conquista do título espanhol a três pontos de distância – e pode ser sacramentada até nesta quarta, se o Atlético de Madrid perder seu jogo.

[foo_related_posts]

O técnico Ernesto Valverde fez algumas alterações no time, pensando na sequência de jogos. Jordi Alba, Arthur e Lionel Messi começaram o jogo no banco. O primeiro tempo da partida não foi dos melhores. Ousmane Dembélé, por um lado, e Philippe Coutinho, do outro. Carlos Aleñá, da base, foi titular no meio-campo, ao lado de Arturo Vidal e Sergio Busquets.

As coisas só melhoraram no segundo tempo. Em um lance com Sergi Roberto atuando pelo lado direito, ele tocou para o meio, na direção de Luis Suárez, que fez um corta-luz. A bola sobrou para Aleñá, com liberdade, que tocou com o pé esquerdo, tirando do goleiro, e marcando 1 a 0, aos nove minutos.

Pouco depois, uma confusão na área resultou em um gol, aparentemente irregular, do Barcelona. Após cabeceio, Piqué tentou o toque, junto com o seu companheiro de zaga, Samuel Umtiti, que estava claramente impedido. Só que o VAR chamou o árbitro, que foi revisar a jogada. Foi detectado um toque de mão, que o árbitro, vendo na tela, considerou faltoso: pênalti para o Barcelona. Um pênalti discutível, no mínimo. Luis Suárez cobrou no canto e marcou 2 a 0, aos 15 minutos.

Logo depois, aos 16, entrou em campo Lionel Messi no lugar de Dembélé. Alba também veio a campo, no lugar de Semedo, que estava fazendo a lateral esquerda. O time catalão controlou o jogo com bastante tranquilidade. Manteve a posse de bola, trocou passes e pouco foi ameaçado pelo Alavés. Pareceu segurar o ritmo, de forma a controlar sem sustos.

O resultado leva o Barcelona a 80 pontos, abrindo, assim, 12 pontos do Atlético de Madrid, que tem um jogo a menos. Os Colchoneros enfrentam o Valencia, em Madri, precisando da vitória para adiar a festa dos catalães. Isso porque há 12 pontos em disputa e, portanto, caso essa diferença seja mantida, pelo critério de desempate, confronto direto, o Barcelona fica com a taça.

Mesmo que o Atlético vença, dependerá apenas do Barcelona conquistar o título no sábado, diante do Levante, no Camp Nou. Uma vitória será suficiente para assegurar o primeiro de três títulos possíveis. O time joga na quarta-feira, dia 1, contra o Liverpool, no Camp Nou. A decisão da vaga será na semana seguinte, dia 7, terça, em Anfield Road. Por esse calendário, seria importante para o time do Barcelona conquistar o título no fim de semana e focar na Champions League.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo