La Liga

Barcelona dá ultimato a Dembélé: se não quer ficar, deve sair de forma imediata

Depois de longas negociações para a renovação de contrato de Ousmane Dembélé, Barcelona tenta negociá-lo nesta janela de inverno

Não bastasse a crise institucional e esportiva, o Barcelona ganhou mais uma dor de cabeça nos últimos dias. Os blaugranas tentavam a renovação de contrato de Ousmane Dembélé, mas as pedidas altas do atacante fizeram com que a diretoria decidisse não ampliar seu vínculo. E, diante das exigências do francês, os barcelonistas resolveram dar um ultimato: se não vai ficar, que saia nesta janela de transferências. O ponta não foi relacionado para o duelo com o Athletic Bilbao pela Copa do Rei e uma queda de braço nos bastidores do clube se desenrolou ao longo desta quinta-feira.

Diretor de futebol, Mateu Alemany afirmou publicamente a postura do Barcelona sobre Dembélé: “Começamos as conversas com Ousmane e seus representantes no mês de julho. Em todo esse tempo, quase sete meses, dialogamos e falamos, o Barça fez diferentes ofertas, buscou uma via para que o jogador continuasse. Mas essas ofertas foram sistematicamente rechaçadas por seus empresários”.

“Hoje, 20 de janeiro, a 11 dias do fechamento da janela, é evidente que o jogador não quer continuar no Barcelona e não está comprometido com o projeto futuro. Neste cenário, ele e seus agentes foram comunicados que deve sair de forma imediata, porque queremos jogadores comprometidos. Esperamos que se produza uma transferência antes de 31 de janeiro”, complementou Alemany.

A pressa do Barcelona tem seus claros motivos. O contrato de Dembélé se encerra no mês de junho e o clube pressiona para vendê-lo por algum valor mínimo, caso contrário o perderá de graça. Vale lembrar que o Barcelona desembolsou €140 milhões para contratar o francês em 2017, junto ao Borussia Dortmund. Em cinco anos, o ponta disputou apenas 129 partidas, com 31 gols marcados e 23 assistências. Passou longe de valer o investimento, até por suas muitas lesões.

Durante os últimos meses, o Barcelona valorizou bastante Dembélé. O presidente Joan Laporta disse que o ponta é melhor que Kylian Mbappé, enquanto Xavi o avaliou como melhor do mundo em sua posição. Tal postura fez os empresários se manterem firmes na alta pedida de renovação. O rompimento se torna abrupto, com insatisfação das duas partes. No Barça, reclamam principalmente da postura do jogador, dizendo querer a renovação e não se abrindo às negociações.

Xavi afirmou que não pretende castigá-lo, mas apontou: “O que posso dizer é que estamos em uma situação complexa. O clube decidiu que, se não renova, é preciso tomar uma decisão. Fui muito honesto com ele, mas é preciso resolver, ou fica ou vai. Primeiro vem o interesse do clube, isso deve ficar claro. Não pensamos em deixá-lo nas arquibancadas, ou renova ou busca um novo clube. Ele quer renovar, mas não se decide. E não se pode esperar mais, ou é uma coisa ou outra”.

Já nas redes sociais, Dembélé publicou um texto. Diz que ouviu muitas acusações quieto, mas que vai adotar outra postura, “sem ceder a nenhum tipo de chantagem”. Garante que mantém seu compromisso com o clube e cumpre os pedidos do treinador. Assim, nega acusações de que não está comprometido com o projeto. Afirma que seu empresário cuida das negociações e que ele se concentrará em jogar futebol. “Como vocês sabem, há negociações. Deixo meu representante se encarregar disso, é seu terreno. Meu terreno é a bola, simplesmente jogar futebol, compartilhar momentos de alegria com meus companheiros e todos os sócios. Acima de tudo, vamos nos focar no essencial: ganhar”, assinalou.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo