La Liga

Athletic pressiona, mas é frustrado por Predrag Rajkovic – que fez uma defesa simplesmente absurda

O goleiro sérvio de 26 anos foi contratado pelo Mallorca, após passagens por Maccabi Tel Aviv e Stade Reims

Apesar de muita pressão, a reestreia de Ernesto Valverde como técnico do Athletic Bilbao terminou em um empate por 0 a 0 contra o Mallorca, no San Mamés, nesta segunda-feira, graças a uma decisiva contribuição do goleiro sérvio Predrag Rajkovic, autor de seis defesas ao longo de jogo – e uma delas, nos minutos finais, simplesmente absurda.

O goleiro de 26 anos foi contratado pelo Mallorca do Stade Reims nesta janela de transferências e estreou no Campeonato Espanhol sendo eleito o melhor em campo. Ele tem 28 jogos pela seleção da Sérvia e vinha atuando com regularidade antes de ser mais reserva na Data Fifa de junho. Fez quase 200 jogos pelo Maccabi Tel Aviv antes de se mudar à França, onde defendeu o Stade Reims 107 vezes.

O Athletic Bilbao teve posse de bola, volume de jogo e acertou a trave com Mikel Vesga, antes da defesa mais difícil de Rajkovic na partida. O cruzamento rasteiro saiu da direita. Gorka Guruzeta bateu de primeira, mas não pegou tão bem. Mas houve um desvio na perna de Antonio Raíllo que mudou a trajetória. Rajkovic, mesmo pego no contrapé, conseguiu se recuperar e deu um tapa com a mão esquerda praticamente em cima da linha.

Ele faria outra defesa importante, em um chute forte de Nico Williams de dentro da área, antes do fim da partida para garantir o primeiro ponto do Mallorca, 16º colocado da última edição do Campeonato Espanhol. Com o objetivo de buscar vaga em competições europeias, o Athletic começa La Liga com um tropeço em casa.

.

.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo