La Liga

Ao deixar o Alavés, Ibai Gómez deu uma rara mostra de empatia com a torcida que abandona

Ibai Gómez possui uma carreira razoável no futebol espanhol, mas longe de ser um astro. No entanto, desde 2016, o ponta conquistou o respeito da torcida do Alavés por sua dedicação e por seu profissionalismo. Chegou a Mendizorroza no retorno do clube à primeira divisão após dez anos de hiato, evitou o rebaixamento com uma arrancada fantástica na temporada passa e, na atual edição de La Liga, vinha sendo um dos protagonistas na equipe que pleiteia uma vaga na Liga dos Campeões. Todavia, o jogador de 29 anos preferiu interromper essa história. Recebeu uma proposta do Athletic Bilbao e resolveu retornar ao clube de seu coração, à sua cidade natal, para tentar salvar os leones da degola no Espanhol.

A decisão de Ibai Gómez, trocando a possibilidade de um grande feito com o Alavés para abraçar a incerteza com o Athletic gera questionamentos. Obviamente, muitos discutem o momento em que o ponta deixa Mendizorroza, quando ainda poderia deixar sua contribuição à façanha. Independentemente disso, o basco fez a sua escolha, retornando à casa onde também teve relativo sucesso, vice-campeão da Liga Europa em 2012. E, no dia em que foi anunciado em San Mamés, o jogador também publicou um tocante vídeo em suas redes sociais, dedicado aos torcedores do Alavés. Com suas próprias palavras, explica a atitude. Um gesto raro de empatia, que acabou muito bem recebido na Espanha, até pelo caráter que o atleta costuma demonstrar. Mesmo seguindo a um rival local, manteve o respeito de muitos.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo