La Liga

A fé que move a torcida do Reus Deportiu, um clube à beira do desaparecimento

O Reus Deportiu é um clube à beira do abismo. A centenária agremiação catalã possui a sua tradição nas divisões de acesso do Campeonato Espanhol e está em sua terceira temporada consecutiva na segundona. O que não durará muito, diante da situação caótica da “Avellana Mecánica”. O elenco atual possui apenas 12 jogadores e os funcionários estão há quatro meses sem receber salários. Aguarda-se um milagre para salvar a entidade, com diversas promessas de compradores que não se concretizam. Desta maneira, a cada jogo, teme-se que seja o último do Reus como profissional.

Neste final de semana, os catalães seguraram o empate por 1 a 1 contra o Numancia, pela segunda divisão espanhola. E o programa El Día Después demonstrou o drama daqueles que sofrem com a incerteza, sobretudo os torcedores. Gente que apoia a equipe há décadas, frequentadores assíduos do Estadi Municipal, mas que podem ver sua paixão desaparecer em um estalo por conta da ingerência de dirigentes. Confira:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo