Champions LeagueEspanhaEuropaInglaterra

Jogão! Real Madrid domina, mas United arranca o empate

Conforme o esperado, Real Madrid e Manchester United tiveram uma exibição à altura de suas tradições nesta quarta-feira. Fazendo valer o apoio da torcida no Santiago Bernabéu, os merengues foram superiores e, comandados por Cristiano Ronaldo, acuaram os Red Devils durante a maior parte do tempo. No entanto, o gol inicial de Welbeck e a boa atuação de De Gea barraram as pretensões dos merengues. Os ingleses arrancaram valioso empate por 1 a 1 e podiam mesmo ter saído com a vitória no fim, graças ao oportunismo de Van Persie.

Alex Ferguson surpreendeu na formação tática do United, escalando Wayne Rooney aberto pela direita e Shinji Kagawa centralizado na armação. E a novidade acabou sendo decisiva pela supremacia do Real Madrid no início de jogo. Os merengues aproveitavam a fragilidade de Rooney na proteção para atacarem pela esquerda, com Coentrão bastante avançado. O português chegou a acertar a trave com seis minutos, em bola desviada por De Gea.

Desorganizado, o United sofria com o bombardeio dos espanhóis e tinha dificuldades na saída de bola, diante da marcação por pressão. Sem conseguir passar do meio de campo, a equipe inglesa abusava dos chutões. E, ainda assim, conseguiu abrir o placar em sua segunda finalização da partida, aos 20 minutos, em escanteio completado por Welbeck.

O gol deu um baque no Real Madrid, que demorou um pouco para recuperar o melhor momento. O empate acabou saindo dez minutos depois, com Cristiano Ronaldo, em lance proporcionado pela eficiente movimentação do trio de meias. E, exceção feita a uma chance desperdiçada por Welbeck, os blancos estiveram mais próximos de modificar o placar no restante do primeiro tempo, especialmente com Özil e Cristiano Ronaldo.

Embora não tenha feito substituições, o Manchester United voltou mais organizado para o segundo tempo, deixando clara a opção pelo contra-ataque. O Real continuava avançando, mas suas tentativas se limitavam a chutes de fora da área. Quando conseguiu infiltrar, com Sami Khedira cruzando pela direita, De Gea fez milagre com o pé para salvar desvio de Coentrão.

O Real Madrid continuava pressionando a saída de bola, forçando os erros do United em seu campo de defesa. Durante os 20 minutos finais do jogo, entretanto, o cansaço pesou e os Red Devils passaram a equilibrar um pouco mais as ações ofensivas. Ferguson e Mourinho gastaram as suas substituições, mas nenhum dos reservas mudou os rumos do confronto.

Os merengues finalizaram mais nos minutos finais, mas as melhores oportunidades de alterar o placar vieram com Van Persie. No último lance, o holandês chutou cruzado e exigiu grande intervenção de Diego López. Os ingleses teriam o escanteio, mas o árbitro decidiu dar o jogo por encerrado, gerando várias reclamações. Oportunidade para marcar agora só no 5 de março, quando as equipes se reencontram em Old Trafford.

Formações iniciais

Real Madrid x United Bernabéu

Destaque do jogo

David De Gea. O goleiro do Manchester United titubeou em duas bolas cruzadas logo no início do jogo, mas foi um monstro no restante do tempo. Foram oito defesas do camisa 1 em 28 chutes do Real Madrid contra a sua meta. Em duas delas, ambas em tentativas de Fábio Coentrão, o espanhol foi sensacional.

Momento chave

Os gols perdidos por Van Persie aos 27 do segundo tempo. Primeiro, o holandês encheu o pé e Diego López deu leve desvio para desviar a bola rumo ao travessão. Na sequência do lance, o camisa 20 dominou livre dentro da área, mas chutou mascado e permitiu a reação de Xabi Alonso, que tirou em cima da linha. Poderia ser o gol da vitória.

Os gols

20’/1T – GOL DO MANCHESTER UNITED! Rooney cobra escanteio pela esquerda. Welbeck se antecipa a Sergio Ramos e, diante da indecisão de Diego López, cabeceia no canto.

30’/1T – GOL DO REAL MADRID! Pela esquerda, Di María faz cruzamento aberto à área. Marcado por Evra, Cristiano Ronaldo sobe sozinho e escora de cabeça, sem chances para De Gea.

Curiosidade

Ryan Giggs chegou a 150 partidas por competições continentais nesta quarta-feira. É a quinta maior marca, atrás apenas de Paolo Maldini, Clarence Seedorf, Raúl e Javier Zanetti.

Ficha técnica

REAL MADRID X MANCHESTER UNITED

 Real Madrid_escudo Real Madrid
Diego López, Álvaro Arbeloa, Sergio Ramos, Raphael Varane e Fábio Coentrão; Xabi Alonso (Pepe, 39’/2T) e Sami Khedira; Ángel Di María (Luka Modric, 29’/2T), Mesut Özil e Cristiano Ronaldo; Karim Benzema (Gonzalo Higuaín, 14’/2T). Técnico: José Mourinho.
 Manchester United_escudo Manchester United
David De Gea, Rafael, Rio Ferdinand, Jonny Evans e Patrice Evra; Phil Jones e Michael Carrick; Wayne Rooney (Anderson, 39’/2T), Shinji Kagawa (Ryan Giggs, 18’/2T) e Danny Welbeck (Antonio Valencia, 28’/2T); Robin van Persie. Técnico: Alex Ferguson.
Local: Estádio Santiago Bernabéu, Madri (ESP)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Gols: Danny Welbeck, 20’/1T; Cristiano Ronaldo, 30’/1T
Cartões amarelos: Rafael e Robin van Persie (Manchester United)
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo