EspanhaLa Liga

Irreconhecível: Barcelona é superado pelo Osasuna

Longe de sua melhor forma, o Barcelona sofreu sua segunda derrota no Campeonato Espanhol e viu quebrada sua atual série invicta de 18 jogos. Os blaugranas foram envolvidos no estádio Reyno de Navarra e, mesmo se empenhando no segundo tempo, foram incapazes de virar os 3 a 2 anotados no placar pelo Osasuna, que volta a vencer após oito partidas de jejum. Com o tropeço dos rivais, o Real Madrid pode abrir até dez pontos de vantagem, caso vença o Levante no domingo.

O Osasuna conseguiu abrir o placar logo em sua primeira subida ao ataque. Após passe vindo da direita, Raúl García se antecipou a Carles Puyol e tocou de calcanhar para Dejan Lekic. De frente para o gol, o sérvio chutou cruzado para vencer Víctor Valdés. Logo após o tento, o Barça tentou se recuperar e Lionel Messi quase empatou aos 11, em arremate desviado por Andrés Fernández.

Não demoraria, entretanto, para que o Osasuna ampliasse a marca, aos 22 minutos. Cejudo cruzou rasteiro da lateral direita e, aproveitando-se da falta de mobilidade dos zagueiros blaugranas, Lekic completou para as redes da linha da pequena área. Diante da vontade dos rojillos, o Barcelona não conseguia encaixar seu jogo e mal atacou até o fim da primeira etapa.

Mesmo deixando Xavi, Andrés Iniesta e Cesc Fàbregas no banco, Pep Guardiola promoveu as entradas de Isaac Cuenca e Cristian Tello no intervalo, sacando Pedro e Puyol, o que mexeu com a postura dos culés. Aos quatro minutos, Messi arriscou e Fernández fez boa intervenção. No minuto seguinte, Alexis Sánchez marcou para o Barça, completando lançamento de Isaac Cuenca vindo da direita.

Aos dez minutos, porém, o Osasuna tratou de esfriar novamente os catalães ao marcar o terceiro. Após erro da defesa, Nino centrou para Raúl García, que se antecipou à marcação. A bola ainda tocou na trave antes de morrer na meta de Valdés. O Barcelona retomava a pressão após o gol e teve mais um lance defendido por Fernández, agora em remate de Cristian Tello.

O próprio Tello se encarregou de reduzir novamente para os blaugranas, aos 27 minutos. Fàbregas passou para o garoto, que fintou e bateu firme para chegar às redes. Cinco minutos depois, os rojillos quase anotaram o quarto, em tiro de Puñal que parou no poste. Superado o susto, os visitantes partiram para cima e tiveram um gol anulado aos 36, por impedimento de Alexis Sánchez. Nos acréscimos, Fernández executaria boa intervenção, no último suspiro do Bacelona, com Fàbregas.

Atlético abusa dos erros e empata com Racing

Mais cedo, o Atlético de Madri viajou até Santander, mas não conseguir mais do que um empate por 0 a 0 com o Racing. Invictos há seis jogos, os colchoneros já estão na sexta colocação da Liga, enquanto os verdiblancos aparecem apenas uma posição acima da zona de rebaixamento.

O time de Madri foi melhor ao longo da primeira etapa e teve as melhores chances nos minutos finais. O goleiro Toño fez grandes defesas para evitar os tentos de Adrián e Arda Turan, enquanto Domingo Cisma salvou jogada de Falcao García no último momento. Na volta do intervalo, os rojiblancos acertaram a trave duas vezes, com Diego e Falcao. Já Toño fez nova série de milagres, agora em duas cabeçadas seguidas de Falcao, para garantir o empate.

Atualizado às 20h50

Finalista da Copa do Rei, o Athletic Bilbao foi batido pelo Betis no Estádio Benito Villamarín por 2 a 1. O resultado deixa o time basco na oitava colocação do Campeonato Espanhol, com 30 pontos. Já os andaluzes aparecem na 12ª posição, menos ameaçados pela zona de rebaixamento.

Atacando intensamente, os verdiblancos conseguiram sair na frente já aos dez minutos. Após jogada coletiva, Jorge Molina passou para Rubén Castro, que chutou de três dedos para anotar um belo tento. O empate não tardou a sair, graças a escanteio cobrado por Susaeta. O meia colocou a bola na cabeça de Javi Martínez, que não precisou nem saltar para conferir para o gol.

A partida seguiu bastante disputada e, aos 45, Montero ainda carimbou a trave da equipe basca. Rubén Castro voltou a acertar o poste dos leones no início da segunda etapa, pouco antes de os anfitriões terem um gol anulado por impedimento. Aos 19, o Athletic ficou com um homem a menos, após expulsão de Javi Martínez. E a vitória saiu nos acréscimos, com Nélson marcando na sequência de uma cobrança de escanteio.

Confira os jogos da 22ª rodada do Campeonato Espanhol:

Sábado, 11/fev
Racing de Santander 0x0 Atlético de Madrid
Osasuna 3×2 Barcelona
Betis 2×1 Athletic Bilbao

Domingo, 12/fev
Espanyol x Zaragoza
Málaga x Mallorca
Rayo Vallecano x Getafe
Valencia x Sporting Gijón
Villarreal x Granada
Real Madrid x Levante

Segunda-feira, 13/fev
Real Sociedad x Sevilla

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo