Champions LeagueEspanhaEuropaFrança

Ibrahimovic: “Temos que ficar orgulhosos de nós mesmos”

O desempenho do Paris Saint-Germain contra o Barcelona foi, de certa forma, surpreendente. Se esperava que o time francês criasse dificuldades, mas os blaugranas eram destacados favoritos e tiveram que sofrer e empatar duas vezes para avançar apenas pelos gols marcados fora de casa. A principal estrela do PSG, Zlatan Ibrahimovic, elogiou a postura do time e acredita que o time irá voltar mais forte na próxima temporada.

O PSG ficou no empate por 2 a 2 em casa com o Barcelona, com o gol de empate marcado no último minuto. No Camp Nou, o time fez um grande primeiro tempo, colocou os blaugranas em dificuldades e acabou empatando por 1 a 1. Assim, os parisienses foram eliminados pelos gols marcados fora de casa pelo Barcelona.

“Nós tivemos um grande desempenho e nós podemos ficar orgulhosos de nós mesmos”, afirmou o atacante sueco ao jornal francês L’Equipe. “O time mostrou que nós temos oq eu é preciso para competir com os melhores times do mundo. Nós tivemos dois jogos muito sbons e não merecemos sermos eliminados”, analisou o jogador.

“Muitas pessoas pensaram que nós iríamos sofrer uma grande derrota, mas nós mostrarmos uma boa dose de nós mesmos. Nós os respeitamos e eu espero que possamos voltar mais fortes na próxima temporada”, declarou o principal jogador do time na temporada.

Ibra tem razão. O time conseguiu um grande desempenho em uma temporada que teve diversos problemas de instabilidade – algo normal para um time com elenco recém-formado e com muitas estrelas para se adaptar. O brasileiro Lucas só chegou em janeiro, tornou-se titular e fez uma boa partida. O time tem como crescer de rendimento e ser um time a ser temido na Liga dos Campeões em 2013/14.

Ibrahimovic é artilheiro da Ligue 1 com 26 gols, onde o PSG é líder com sete pontos de vantagem e enfrenta o Troyes no sábado.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo