Espanha

‘Você que é lamentável’: Gavi ataca jornalista para defender jovem promessa do Barcelona

Jornalista da Rádio Cope criticou simulação de Pau Cubarsí, que foi defendido por Gavi nas redes sociais

A temporada 2023/24 do Barcelona é, definitivamente, para esquecer. O título de La Liga parece impossível, a Copa do Rei e a Supercopa da Espanha já ficaram pelo caminho, a Champions League, apesar de vivo, é um sonho distante, e o ídolo Xavi Hernández deixará o cargo de treinador no verão europeu. Uma verdadeira panela de pressão dentro e fora do campo, com os problemas financeiros do clube impedindo contratações e o resultados não vindo mesmo com as tentativas do treinador. No último domingo (11), o empate por 3 a 3 com o vice-lanterna Granada só veio porque o garoto Lamine Yamal desequilibrou, mas ainda houve treta e problemas nas redes sociais.

Isso porque o jornalista Paco González criticou ferrenhamente a postura do zagueiro Pau Cubarsí, de apenas 17 anos, que sofreu um leve pisão na área, caiu no chão e solicitou penalidade após cobrança de escanteio. Durante o programa Tiempo de Juego, da Rádio Cope, o comunicador comparou o jovem a um ator, mas não foi isso que chamou atenção. Como um bom barcelonista, cria da base como Cubarsí, o meio-campista Gavi defendeu o colega e atacou o jornalista.

– Lamentável, Cubarsi. O adversário não toca no rosto, ele reclama do pé, também não toca em baixo. Tem carreira teatral aos 17 anos. Deixe o pai dele levá-lo e dizer, ‘olha filho, com a carreira pela frente, não ganhe a fama de artista de teatro' – criticou o jornalista espanhol, respondido por Gavi: “Lamentável é você, acorda Paco“.

“Lamentável é você”: a defesa de Gavi ao colega de Barcelona (Foto: Reprodução/Redes sociais)

A postura de Gavi não surpreende quem assiste o meia em campo e acompanha suas atitudes. O jovem é um símbolo da Catalunha, se doa como poucos no gramado e dá tudo de si. Agora, pela grave lesão sofrida no joelho, só voltará a jogador na próxima temporada, mas, antes, Xavi o definiu como o “coração” do time.

– Não me surpreende [o bom jogo feito], vejo Gavi treinar todos os dias. É muito trabalho, disciplina, coração… ele foi, eu acho, o melhor do jogo, pela intensidade, pela forma como luta, pela forma como luta, os passes, a pressão alta… é ‘um coração com pernas'. Ele coloca paixão nisso. Sua intensidade nos dá muito – disse Xavi, em setembro de 2022, depois de uma vitória sobre o Sevilla.

Gavi não defendeu Cubarsí apenas por ser apaixonado pelo Barcelona, também pela enorme qualidade e expectativas no jovem zagueiro. Veloz e de boa saída de bola, Pau chegou ao clube em 2018, com apenas 11 anos. Foi se firmando, passando também pelas categorias de base da Seleção Espanhola, até, enfim, estrear com o time principal do Barça em 18 de janeiro desse ano, quando atuou por 45 minutos na vitória por 3 a 1 sobre o Unionistas pela Copa do Rei. Já são sete partidas, cinco por La Liga (quatro como titular) e duas na copa. Com os vários problemas de lesão no elenco, Cubarsí ajudou Xavi a ter mais uma opção na defesa.

O Barcelona ainda joga neste sábado (17) pelo Campeonato Espanhol, contra o Celta, antes de visitar o Napoli pelas oitavas de final da Champions, em 21 de fevereiro, quando Pau Cubarsí terá a oportunidade de jogar pela primeira vez na principal competições de clubes do mundo.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de esports no The Clutch. Como assessor de imprensa, atuou no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo