AlemanhaEspanhaEuropaInglaterraItáliaLa LigaMundoPremier LeagueSerie A

Disputas pela rivalidade, pela honra e por vagas europeias

Com as grandes ligas praticamente definidas, o que resta em disputa nas ligas europeias são as vagas em competições internacionais, as rivalidades locais e, por que não dizer, o orgulho. Afinal, não há muito o que disputar além de poder dizer que terminou à frente do rival na tabela, conseguiu ir para a Liga dos Campeões ou mesmo poder dizer: você não é tão melhor do que eu. É o caso da maioria dos confrontos desse fim de semana.

O jogão

Tottenham x Manchester City
Domingo, 09h30

O Tottenham caiu de produção nas últimas partidas, mas precisa somar pontos se quer tomar a terceira posição do Tottenham. O problema é que o adversário é o Manchester City, que tem apresentado o melhor futebol na Inglaterra nesse final de temporada. e um retrospecto recente terrível para os Spurs. Nos últimos seis  jogos, o Manchester City venceu quatro, empatou um e perdeu outro.

Agüero ainda é dúvida no City, assim como David Silva, mas o time tem boas opções no ataque. Basta lembrar que Edin Dzeko foi avassalador na última visita que fez a White Hart Lane. Em 28 de agosto de 2011, na temporada que consagraria o Manchester City como campeão inglês, Dzeko fez quatro gols na goleada por 5 a 1 sobre os Spurs. A fase do Manchester City é excelente. O time venceu oito dos seus últimos nove jogos e entra como favorito mesmo na casa dos Spurs.

A boa notícia para o time da casa é que Gareth Bale deve estar em campo. É ele o principal nome do time e pode, claro, fazer a diferença a favor da equipe. É bom lembrar que o galês é o terceiro artilheiro da Premier League, com 17 gols. Outra boa notícia é que William Gallas está fora, machucado. Sim, porque pelo número de lambanças que o zagueiro tem feito, não seria muito bom que ele estivesse em campo contra o ataque destruidor do City. Apesar do favoritismo do lado do Manchester City, a esperança é a última que morre para os torcedores dos Spurs.

O clássico

Juventus x Milan
Domingo, 15h45

A essa altura, é evidente dizer que a Juventus é o time dominante na Itália. A forma como conquistou o título na temporada passada e a tranquilidade na temporada atual mostram isso. A questão do clássico de domingo será outra. O Milan quer mostrar que não são favas contadas (quem joga Football Manager sacou essa) e mostrar que a diferença entre os dois times não é tão grande quanto parece.

A Juventus ainda não sabe se poderá contar com Giorgio Chiellini e Sebastian Giovinco, ambos machucados. O atacante Nicolás Anelka ainda é dúvida também, mas como não é titular e pouco acrescenta ao time, não tem tanta importância. Com tantas peças ineficazes no ataque, o técnico Antonio Conte deve usar novamente Claudio Marchisio mais avançado, como aquele jogador que mais encosta no único atacante, Mirko Vucinic.  Com isso, Paul Pogba entra no time no meio-campo. Mais reforço no setor mais forte da equipe e, até agora, tem funcionado.

O Milan de Massimiliano Allegri terá o desfalque de Mario Balotelli, suspenso. A formação deve ser a mesma, o 4-3-3 que tanto tem funcionado neste ano de 2013. Massimo Ambrosini, Riccardo Montolivo e Sulley Muntari devem formar o meio-campo, com M’Baye Niang, Giampaolo Pazzini e Stephan El Shaarawy como atacantes. Será que isso será suficiente para o Milan fazer frente à Juventus? Domingo veremos. Com a Juventus tão em vantagem, o jogo tem aquela cara de empate.

Fique de olho

Barcelona x Levante
Sábado, 15h00

Provavelmente ainda sem Messi, o Barcelona vai a campo para seguir em sua campanha fantástica no Campeonato Espanhol. O time tem 26 vitórias em 31 jogos, além de três empates e duas derrotas. O aproveitamento de 87% é absurdo e dá uma mostra o quanto o time dominou a liga na temporada. E sem Messi, é a chance de Fàbregas tentar se ajustar mais ao time. Ou de Tito Vilanova testar uma opção. De qualquer jeito, é um time que vale ser visto, até para ver o quanto consegue render sem o seu principal jogador. Na última rodada, Messi não fez falta: os blaugranas venceram o Zaragoza com tranquilidade. E agora?

Vale uma zapeada

Confira a programação de TV

Sevilla x Atlético de Madrid
Domingo, 16h00

Terceiro colocado do Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid vai até o estádio Ramón Sanchez Pizjuán para tentar manter o rastro do Real Madrid na tabela. O time ainda sonha com o segundo lugar e tem três pontos a menos que os rivais merengues. Como o Real Madrid tem a Liga dos Campeões para se preocupar, é um sonho possível.

Na prática, ficar em segundo ou em terceiro não muda nada, ambas posições garantem vaga direta na fase de grupos da Liga dos Campeões. A questão aqui é o orgulho. O quanto significaria acabar a liga à frente do Real Madrid? Vale demais. Fora que é uma chance de ver em ação Falcao García e seu faro de gols e o brasileiro Diego Costa, que tem feito grande temporada.

O reencontro

Real Madrid x Betis
Sábado, 13h00

No último encontro entre ambos, em novembro, o Betis quebrou a banca e venceu o Real Madrid. Foi uma das cinco derrotas dos merengues na atual temporada. Os merengues não têm nenhuma pretensão no campeonato, até porque o técnico José Mourinho já disse que terminar em segundo ou em terceiro para ele é como vodka ou água de coco: tanto faz. É um jogo que Kaká tem boas chances de jogar e tentar convencer Mourinho que pode ser útil. E ainda tem Cristiano Ronaldo, que tem 31 gols na liga e quer aumentar o seu recorde pessoal em 2013.

O cara

Luis Suárez
Liverpool x Chelsea
Domingo, 12h00

O grande nome do Liverpool é o atacante Luis Suárez, 22 gols na Premier League, artilheiro da competição. É nele que as atenções do Chelsea devem estar focadas no jogo de domingo. O brasileiro Philippe Coutinho, outro contratado em janeiro, tem feito boas partidas e já se tornou um destaque. Isso sem falar no sempre lendário Steven Gerrard, que é o vice-artilheiro do time na Premier League com nove gols, além de ser o líder em assistências, com nove. O Liverpool praticamente jogou a toalha sobre a vaga na Liga dos Campeões, que está muito complicada (10 pontos para serem tirados em cinco jogos), mas vencer o Chelsea é sempre uma motivação em Anfield.

No Chelsea, o foco é na briga por vaga na Liga dos Campeões. Em terceiro lugar na tabela com 61 pontos, os Blues precisam manter o bom desempenho para impedir que os concorrentes Arsenal e Tottenham o ultrapassem. A terceira posição garante vaga direta na fase de grupos da competição europeia. O quarto ainda terá que disputar a fase preliminar. As vantagens – e riscos – são óbvios, não é? Por isso o Chelsea faz questão de ficar entre os três primeiros. E tem total condições para isso. E até para vencer o Liverpool em Anfield. Mas será um jogo duro.

O brasileiro

Lima
Benfica x Sporting
Domingo, 16h15

O clássico de Lisboa terá o atacante brasileiro Lima pelo Benfica, como um dos protagonistas. O jogador, ex-Braga, está com 15 gols no Campeonato Português, atrás apenas de Jackson Martínez, do Porto, que tem 23, e seu companheiro de ataque, o paraguaio Óscar Cardozo, que tem 16. O Sporting, como tem sido frequente nas últimas temporadas, fica no meio da tabela – é o sétimo colocado.O Benfica, ao contrário, luta pelo título e é o líder, com 67 pontos contra 63 do Porto, segundo colocado.

Passe longe

Mordovia Saransk x Volga
Sábado, 06h30

Chegou da balada e tá sem sono? Acordou cedo e não consegue dormir? Tem uma obra na sua casa e a furadeira acabou com suas horas de sono? Amigo, vá correr no parque. Vá comprar um pão na padaria ou então sente no sofá e assista uma série, um filme, o Discovery Chanell. Só não vá querer acompanhar esse incrível Mordovia Saransk, penúltimo colocado do Russão, contra o Volga, 13º. Ou veja o jogo, de repente é um bom sonífero. São dois times brigando contra o rebaixamento – e possivelmente, brigando com a bola também.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo