Espanha

Destaque na Copa do Catar, goleiro explica saída do Sevilla: ‘Tinha pouca vida’

Bono foi bi-campeão da Liga Europa com o clube espanhol entre 2019 e 2022

Bono, goleiro do Al-Hilal, relembrou os motivos que o fizeram sair do Sevilla, antes de assinar com o clube árabe nesta temporada. O marroquino foi destaque na Copa do Mundo do Catar em 2022, em histórica campanha que culminou com a quarta colocação de seu país no Mundial, melhor colocação de uma seleção africana na história da competição. Segundo o jogador, problemas envolvendo a sua família o fizeram tomar a decisão de sair da Espanha e ir em busca de um novo desafio na carreira.

O goleiro, bi-campeão da Liga Europa pelo Sevilla, disputou 142 jogos pelo clube, e, apesar das conquistas e prestígio com a torcida, Bono revelou que não tinha mais condições físicas e mentais para continuar na Europa, decidindo assim aceitar a proposta do futebol árabe.

“Cheguei ao último ano com problemas familiares. Tive que tirar forças e toda a minha experiência, mas não consegui porque emocionalmente não pude ficar aqui. Eu precisava de uma mudança para a minha saúde mental”, revelou o goleiro.

“Seria pior se eu ficasse”, afirma Bono

Para o goleiro, mesmo que tivesse negado a proposta do Al-Hilal, não iria conseguir entregar o mesmo desempenho de temporadas anteriores, e por isso, achou melhor sair do Sevilla. Para Bono, não seria justo com o time espanhol permanecer sem poder entregar seu nível máximo. Além disso, a falta de tempo para cuidar de outros assuntos importantes ao jogador, também foi um ponto importante em sua tomada de decisão.

Bono foi crucial no título da Liga Europa 2022/2023, quando o Sevilla bateu a Roma nos pênaltis por 4 a 1, foi o último título do goleiro com a camisa do time espanhol, em final disputada em Budapeste, na Hungria.

“Quando vi que não tinha energia para continuar dando tudo ao clube, tive a oportunidade de sair. Se eu tivesse ficado, meu desempenho não teria sido o mesmo. Isso é amor ao clube, é mais honesto não estar lá quando não se pode dar o que é necessário”, resumiu Bono.

O marroquino possui muito carinho pelo Sevilla,  um sentimento de gratidão pelo que o clube possibilitou em sua carreira. Por meio de suas exibições no time espanhol, o goleiro ganhou visibilidade durante a campanha na Copa do Mundo de 2022, o que abriu portas para o jogador continuar fazendo história, mas dessa vez atuando no futebol árabe.

Bono é um dos personagens do Al-Hilal, recordista de vitórias consecutivas no futebol. Nesta quinta-feira, o goleiro comemorou mais um troféu, com o título da Supercopa da Arábia Saudita, conquistada após goleada sobre o rival Al-Ittihad por 4 a 1.

“Tudo o que me deram foi incrível, vou guardar isso para sempre. Eu os amo muito e aqui eles têm e terão um irmão que ama o Sevilla tanto quanto eles. Enquanto estivermos aqui, nunca deixaremos o clube”, completa o goleiro.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo