EspanhaLa Liga

Barcelona tropeça de novo, perde do Celta em casa e cai para terceiro

O Barcelona sofreu a segunda derrota seguida no Campeonato Espanhol. Em casa, o time acabou derrota por 1 a 0 para o Celta, ex-time do atual técnico do clube, Luis Enrique, e de um dos titulares na partida, o meia Rafinha. Mesmo com o domínio da posse de bola (68% x 32%) e mais chutes a gol (19 x 10), o time parou na marcação do time visitante e acabou sucumbindo. Nem o trio de ataque tão esperado, Luis Suárez, Neymar e Messi, foi capaz de balançar as redes. No primeiro jogo oficial de Suárez no Camp Nou, a primeira derrota.

LÍDER: Rolo compressor do Real Madrid goleia o Granada e chega a 11 vitórias seguidas
SERIE A: Napoli venceu e a Roma tem que sair aliviada por não ter tomado uma goleada
BUNDESLIGA: Na pressão, Bayern vira jogo duro e joga Dortmund para zona do rebaixamento

O goleiro Sergio Álvarez foi o melhor jogador da partida, o que já diz muito sobre como foi o jogo. Messi, principal jogador do Barça, foi quem mais chutou a gol, seis vezes. Neymar e Suárez tentaram outras quatro vezes. O trio ofensivo tentou e não desistiu até o fim, mas nenhum deles estava em uma grande noite.

Nos seus bons tempos, quem mais tocava na bola no Barcelona era Xavi. O meio-campista ditava o ritmo do time. Nesse início de temporada, embora o estilo de jogo tenha mudado sensivelmente, quem vinha fazendo esse papel era Iván Rakitic. Desta vez, o Celta conseguiu travar isso. O jogador que mais fez passes pelo lado do Barcelona na partida foi Javier Mascherano, que atuou como zagueiro, 96. O segundo foi Ddaniel Alves, lateral direito, 65. O Jeremy terceiro foi Mathieu, outro zagueiro, 63. O quarto, Jordi Alba, 49. Só em quinto aparece Rakitic, com 48.

Sem ter o controle do jogo no meio-campo, o Barcelona tentava pelo talento. Luis Enrique chegou a tirar Rafinha no segundo tempo para trazer Xavi a campo para tentar controlar o jogo assim, mas não conseguiu. O Barcelona se esforçou, mas encontrou o Celta bem organizado no seu campo. Sergi Gómez, zagueiro do time de Vigo, fez sete desarmes, interceptou seis bolas e afastou a bola nove vezes. Uma grande atuação defensiva do zagueiro, que segurou um  dos ataques mais estelares do mundo.

O gol foi marcado em uma grande jogada de Nolito, aos 10 minutos do segundo tempo. O espanhol foi quem puxou o contra-ataque, passando por Ddaniel Alves e Busquets, e tocou para Larrivey finalizar com frieza diante do goleiro. Foi o único gol do jogo.

Pior do que perder é ainda saber que o resultado deixa o Real Madrid em primeiro lugar na tabela do Campeonato Espanhol. Com 22 pontos, o Barcelona caiu para o terceiro lugar, já que o Atlético de Madrid venceu o Córdoba por 4 a 2 e chegou a 23 pontos. O Real Madrid tem 25. Na próxima rodada, no sábado, dia 8, o time enfrenta o Almería fora de casa. Antes, joga com o Ajax em Amsterdã pela Champions League na quarta-feira.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo