Espanha

Atlético de Madrid precisava de um lateral direito e consegue um ótimo ao contratar Nahuel Molina

Argentino de 24 anos, Nahuel Molina se destacou no Campeonato Italiano pela Udinese e chega para preencher uma lacuna no elenco do Atlético

O Atlético de Madrid buscava um lateral direito desde que liberou o inglês Kieram Trippier para o Newcastle, em janeiro. O lateral era um jogador importante no esquema de Diego Simeone e nenhum jogador que ocupou a posição depois convenceu. Os Colchoneros, enfim, conseguiram um lateral que chega gabaritada: o argentino Nahuel Molina, da Udinese.

Trippier era um titular importante do Atlético, mas quis deixar o clube para seguir carreira no Newcastle. Diego Simeone não queria liberá-lo, mas pesou a vontade do jogador. Sem o seu titular, precisou improvisar por ali. O croata Sime Versaljko nunca convenceu por ali e quem acabou ocupando a posição foi o meio-campista Marcos Llorente, improvisado.

Embora ele tenha feitos bons jogos, não é um jogador da posição e Simeone perdeu uma opção para usar tanto no meio-campo quanto mais ofensivamente, como ele rendeu bem em outros momentos. Com a contratação de Molina, o problema fica reduzido. O time volta a ter um lateral direito titular que tem potencial de ser um destaque.

Molina foi um dos melhores da sua posição na Serie A da temporada passada. Mostrou qualidade principalmente ofensivamente e, aos 24 anos, parecia pronto para dar o salto a um time maior. O Atlético precisava de um jogador dessa posição e o jogador queria dar um passo para cima na carreira e foi especulado em alguns clubes. Os Colchoneros parecem um bom destino para o lateral.

O valor da contratação é algo entre € 26 milhões e € 27 milhões pelo jogador, que é também da seleção argentina. Aliás, ele passou a ser chamado para a seleção argentina em junho de 2021 e esteve no grupo que foi campeão da Copa América. Também jogou as partidas de Eliminatórias da Copa e, pouco a pouco, conquistou a posição de titular.

Foram 67 jogos pela Udinese em todas as competições desde que chegou ao clube, em 2020. Formado pelo Boca Juniors, jogou também pelo Defensa y Justicia e Rosario Central. Estava no time B do Boca quando foi contratado pela Udinese, que não pagou nada para levar o jogador à Itália.

O contrato de Molina com o Atlético é de cinco anos, até junho de 2027. É uma excelente contratação do Atlético, que leva um jogador com bastante potencial e que se destacou. Tem tudo para despontar nos Colchoneros.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo