Champions LeagueEspanhaEuropa

Viradas do Barça: Números atuais bons, mas histórico ruim

O Milan deixou o Barcelona em uma situação delicadíssima na Liga dos Campeões. Os blaugranes precisam reverter no Camp Nou a derrota por 2 a 0 no San Siro. Terão pela frente um adversário novamente aplicado pela defesa. E precisarão demonstrar uma capacidade ofensiva bem maior do que a vista nesta quarta-feira, quando finalizaram apenas sete vezes – e somente uma na direção do gol defendido por Christian Abbiati.

Ao menos pelo retrospecto nesta temporada, as esperanças por uma virada do Barça no placar agregado seguem vivas. Dentre os 16 clubes presentes nas oitavas de final da LC, os catalães são os que apresentam a segunda maior porcentagem de vitórias em partidas nas quais saíram atrás no placar. O aproveitamento de 53,8% é inferior apenas ao do Manchester United, dono de impressionantes 12 viradas em 2012/13.

Das 40 partidas que fez nesta temporada, a equipe de Tito Vilanova começou em desvantagem em 13 delas. Ainda assim, saiu com a vitória em sete delas. Os adversários nessas viradas é que não impressionam muito: Osasuna, Sevilla, Granada, Alavés engrossam a lista, que também conta com Celtic, Atlético de Madrid e Real Madrid (Supercopa). Já entre os algozes que mantiveram os resultados ou ao menos arrancaram um empate estão Real Madrid (duas vezes), Valencia, Málaga, Celtic e Milan.

Considerando o desempenho nas últimas cinco temporadas em torneios eliminatórios com ida e volta, o Barcelona reverteu derrotas na primeira partida em duas ocasiões: contra Arsenal (LC)) e Sevilla (Copa do Rei). Os fracassos são mais recorrentes, ocorrendo três vezes no mesmo período, ante Chelsea e Internazionale (LC), além de Sevilla (Copa do Rei).

Historicamente, o retrospecto do Barcelona também não é dos melhores. Em 15 ocasiões os culés perderam o jogo de ida de um torneio eliminatório por dois ou mais gols de diferença, mas só buscou a classificação quatro vezes – o último triunfo aconteceu 2000, pela Liga dos Campeões, quando perderam para o Chelsea por 3 a 1 em Stamford Bridge e conseguiram golear por 5 a 1 na volta. Além disso, em 10 dos 11 tropeços, o Barça teve o direito de decidir em casa e não adiantou. Um alento a mais para o Milan no Camp Nou.

Percentual de vitórias em jogos nos quais começou perdendo nesta temporada (V-E-D)

Manchester United – 70,5% (12-0-5)
Barcelona – 53,8% (7-3-3)
Shakhtar – 50% (3-0-3)
Juventus – 40% (4-3-3)
Porto – 40% (2-2-1)
Celtic – 30% (3-1-6)
Arsenal – 26,3% (5-5-9)
Málaga – 23,1% (3-2-8)
Real Madrid – 23,1% (3-4-6)
Bayern – 20% (1-2-2)
Valencia – 14,2% (2-2-10)
Dortmund – 14,2% (1-3-3)
Schalke 04 – 13,3% (2-6-7)
Milan – 13,3% (2-4-9)
Galatasaray – 9,1% (1-5-5)
PSG – 0% (0-2-4)

Os resultados do Barça após perder jogos de ida por dois gols ou mais

Internazionale – Liga dos Campeões 2009/10 (3-1 / 0-1)
Real Madrid – Liga dos Campeões 2001/02 (2-0 / 1-1)
Valencia – Liga dos Campeões 1999/00 (4-1 / 1-2)
Chelsea – Liga dos Campeões 1999/00 (3-1 / 1-5)
Dynamo Kiev – Liga dos Campeões 1993/94 (3-1 / 1-4)
Anderlecht – Recopa 1989/90 (2-0 / 1-2)
Göteborg – Liga dos Campeões 1985/86 (3-0 / 0-3 e 4-5 nos pênaltis)
Anderlecht – Recopa 1978/79 (3-0 / 0-3 e 1-4 nos pênaltis)
PSV – Recopa 1977/78 (3-0 / 1-3)
Ipswich – Recopa 1977/78 (3-0 / 0-3 e 1-3 nos pênaltis)
Nice – Copa da Uefa 1973/74 (3-0 e 0-2)
Porto – Copa da Uefa 1972/73 (3-1 e 1-0)
Zürich – Copa das Feiras 1967/68 (3-1 e 0-1)
Valencia – Copa das Feiras 1961/62 (6-2 e 1-1)
Real Madrid – Liga dos Campeões 1959/60 (3-1 e 3-1)

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo