Espanha

Ancelotti está promovendo outra revolução no Real Madrid

Lucas Vázques, Modric, Brahim Díaz e Rodrygo serão titulares contra o Celta

Carlo Ancelotti reconheceu que não escalou bem o time do Real Madrid no empate por 1 a 1 diante do RB Leipzig pelo jogo de volta das oitavas de final da Champions League. A falta de velocidade nas ações ofensivas no jogo diante dos alemães incomodou o técnico italiano, que pensando em aumentar a intensidade e a rapidez no processo criativo do time, vai promover ao menos quatro mudanças para o duelo frente ao Celta de Vigo, neste domingo (10), às 14h30 (horário de Brasília), no Santiago Bernabéu, segundo o jornal Marca.

Lucas Vázquez, Rodrygo, Brahim Díaz e Modric vão entrar nos lugares de Carvajal, Bellingham (que tomou dois jogos de suspensão após ser expulso diante do Valencia), Camavinga e Toni Kroos. Em entrevista coletiva após o empate diante do RB Leipzig, Ancelotti afirmou que sua ideia de jogo acabou não sendo bem executada pela equipe, que jogou de forma muito lenta, marcando em bloco baixo e não tendo a agressividade necessária para buscar a vitória em casa.

“A ideia era pressionar mais, de forma intensa. Mas jogamos muito devagar, controlando demais em bloco baixo, sem pressionar, com a bola fomos muito lentos, com pouca verticalidade, com passes laterais. Não foi uma boa noite, é óbvio. Minha culpa”, disse Ancelotti.

Como fica a escalação do Real Madrid com as alterações para este domingo?

Precisando de algo a mais após dois empates consecutivos, o Real Madrid vai colocar sangue novo no time para buscar mais uma vitória na La Liga e assim se distanciar ainda mais do Girona, que venceu apenas um dos últimos cinco jogos que disputou e está a sete pontos do time madrilenho. Lucas Vázquez vai assumir a posição de Carvajal na lateral-direita e vai ganhar mais uma oportunidade para se provar como peça importante para este elenco.

No meio-campo, Luka Modrić, importantíssimo na vitória sobre o Sevilla, assume a vaga de Toni Kroos, enquanto Camavinga deve dar lugar à Rodrygo e Brahim Díaz vai assumir o posto de Bellingham. Segundo o próprio Ancelotti, o espanhol é o substituto natural do inglês. Com isso, o brasileiro ex-Santos deve formar a dupla de ataque com Vinicius Júnior em um 4-3-1-2 que deve ter a seguinte formação para o jogo deste domingo: Lunin; Lucas Vázquez, Rüdiger, Nacho Fernandez e Mendy; Tchouaméni, Valverde, Modric e Brahim Díaz. Rodrygo e Vinicius Júnior.

Real Madrid
Possível formação do Real Madrid com as alterações promovidas por Ancelotti. Foto: Homecrowd.

Apesar do sistema não ser tão utilizado, o Real Madrid tem adotado esta formação tática em boa parte dos jogos nesta temporada. A formação com três meias centrais mais um enganche possibilitou que Bellingham potencializasse a sua capacidade goleadora chegando de trás como um meia que pisa muito na área. Brahim Díaz é um jogador que ocupa mais o lado direito do ataque, mas rende bem quando joga por dentro também.

Contra o próprio RB Leipzig no jogo de ida das oitavas da Champions League na Alemanha, o espanhol jogou nesta função e marcou o gol da vitória do time madrilenho. Como o ataque do Real Madrid não costuma guardar posição, é possível que Brahim Díaz caia mais pelo lado, trazendo Modric para armar mais pelo meio e transformando o esquema em um 4-3-3 em alguns momentos do jogo.

Ancelotti quer que seu time marque mais intensamente e seja mais agressivo, por isso, pouco importa a posição de cada peça no ataque se a equipe se comportar melhor do que nos últimos jogos e possa retomar o caminho das vitórias, que pode ser importante nesta luta por mais um título do Real Madrid na La Liga.

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo