A Fifa confirmou nesta quinta-feira o cancelamento dos Mundiais Sub-20 e Sub-17 de 2021. Os torneios estavam previamente marcados para acontecer a partir de maio, mas sequer as competições qualificatórias puderam ser realizadas diante da pandemia. Assim, a confederação preferiu suspender as disputas excepcionalmente no próximo ano. Indonésia e Peru, que seriam respectivamente as sedes do torneio sub-20 e do sub-17, terão o direito de organizar as competições em 2023.

“A pandemia de Covid-19 continua a apresentar desafios para a realização de eventos esportivos internacionais e tem um efeito restritivo sobre viagens internacionais. A Fifa tem consultado regularmente as partes interessadas, incluindo as federações que sediarão as competições, bem como as confederações envolvidas em ambos os torneios. Ao fazer isso, ficou claro que a situação global não conseguiu se normalizar a um nível suficiente para enfrentar os desafios associados à realização de ambas as competições, incluindo a viabilidade dos caminhos de classificação”, justificou a Fifa.

“A Fifa gostaria de expressar sua gratidão às federações anfitriãs, bem como às autoridades de Indonésia e Peru, pelo empenho e pelos preparativos realizados até agora aos torneios. A Fifa espera continuar a trabalhar em conjunto com os dois países para organizar competições de sucesso”, complementou o comunicado. É a primeira vez desde 1977 que o Mundial Sub-20 não será realizado bienalmente. Já o Mundial Sub-17 vinha ocorrendo a cada dois anos desde 1985.

A Indonésia foi escolhida em 2019 como sede do Mundial Sub-20. Além do país-sede, os representantes europeus tinham sido os únicos confirmados no torneio. Como a Uefa não pôde realizar o Europeu Sub-19 de 2020, as vagas foram anunciadas conforme as melhores campanhas nas eliminatórias da competição continental. Desta forma, as cinco seleções não devem permanecer com lugares cativos para o Mundial Sub-20 de 2023. A Colômbia, que deveria receber o Sul-Americano Sub-20 de 2021, já tinha anunciado o cancelamento do evento.

Já o Peru deveria ter recebido o Mundial Sub-17 em 2019, mas o evento acabou transferido para o Brasil após a inspeção das instalações pelos representantes da Fifa. Os peruanos mantiveram o direito de sediar a competição em 2021 e, agora, só poderão organizá-la para 2023. Nenhuma seleção além do Peru estava classificada previamente. Ásia e OFC suspenderam suas eliminatórias, enquanto os demais continentes realizariam suas competições locais apenas em 2021.