Copa do MundoFiscalize Catar 2022

Não deve haver venda de bebida alcoólica durante os jogos da Copa do Catar, segundo a Reuters

Além disso, a venda de cerveja nas Fan Fest será restrita a determinados horários e locais, de acordo com uma reportagem da agência de notícias

Não deve haver venda de bebidas alcoólicas durante os jogos da Copa do Mundo, apesar de o evento ser patrocinado por uma marca de cerveja, e mesmo nas zonas de torcedores, apenas em horários determinados, segundo uma reportagem da Reuters sobre os preparativos do Catar para lidar com os milhares de torcedores em busca do êxtase etílico no torneio que começará em novembro.

Choques culturais eram esperados desde que o Catar foi eleito país-sede. Alguns deles são mais graves do que a dificuldade de encontrar uma cervejinha. Segundo a Anistia Internacional, a Fifa concedeu o direito de receber o maior evento do futebol a um dos sete países em que homens muçulmanos podem ser condenados à morte por relações consensuais com pessoas do mesmo sexo, embora a lei exista mais como ameaça do que seja realmente aplicada.

Além da experiência dos torcedores que viajarão ao Mundial, o álcool é também uma importante questão econômica porque a Budweiser é uma das maiores patrocinadoras da Fifa. O Catar proíbe o consumo em espaços públicos, exceto bares e restaurantes selecionados. Turistas não podem entrar com bebidas alcoólicas, nem comprá-las na única loja do país. Moradores estrangeiros podem fazê-lo apenas com permissão e para consumo em casa.

Havia a expectativa de que a pressão da Fifa dobrasse as restrições do Catar ao álcool, como aconteceu no Brasil, que proibia o consumo dentro dos estádios e esqueceu que essa lei existia durante a Copa do Mundo. O mesmo aconteceu na Rússia. Mas não parece ter havido muita concessão do Catar segundo um relatório visto pela agência de notícias e fontes que não foram identificadas.

De acordo com uma dessas fontes, os planos ainda estão sendo fechados, mas a “discussão no momento é para permitir que torcedores bebam cerveja ao chegar e ao sair do estádio, mas cerveja não será servida durante o jogo ou dentro do estádio”. Na principal “fan zone” organizada pela Fifa para o público sem ingresso, no parque Al Bidda na capital, a venda de bebidas será limitada a determinados horários. “Ao contrário de fan zones de Copas do Mundo anteriores, cerveja não será servida o dia inteiro”, disse a fonte.

Segundo o relatório, haverá um espaço no Clube de Golfe de Doha para 15.000 a 20.000 pessoas em que álcool estará disponível, a quilômetros dos estádios e da principal fan zone. Um “terreno arenoso cercado por paredes de três metros, entre a entrada de entrega de um hotel e uma fábrica de resfriamento” será transformado em uma baladinha com bebida e música techno.

O Catar, segundo o relatório, quer criar um carnaval de rua “familiar” em uma extensão de seis quilômetros para até 70.000 pessoas adjacente ao Fan Fest da Fifa. Geralmente muito cara nos poucos locais em que está à venda, o preço da cerveja durante a Copa do Mundo ainda não foi determinado, segundo a reportagem.

Um porta-voz do do Comitê Supremo do Catar, que organiza o Mundial, disse à Reuters que os planos para a disponibilidade de álcool durante o evento serão anunciados no “tempo devido”. Ele ressaltou que álcool já é disponível em áreas designadas, “como hotéis e bares, e isso não mudará em 2022”. Exatamente o problema.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo