Copa do Mundo

Na vitória maluca da Bélgica, Vertonghen se tornou o recordista em jogos pela seleção

Primeira seleção europeia a se garantir na Copa do Mundo, a Bélgica protagonizou o jogo mais insano desta rodada das Eliminatórias. Os interesses dos Diabos Vermelhos na tabela podem não ser tão grandes, mas eles fizeram questão de frustrar os planos da Bósnia. Em Sarajevo, em noite de duas viradas, os belgas arrancaram a vitória por 4 a 3 aos 39 do segundo tempo. Resultado que mantém a alta do país no Ranking da Fifa, e que serve para exaltar a marca atingida por Jan Vertonghen: aos 30 anos, o defensor igualou Jan Ceulemans como o jogador que mais defendeu a equipe nacional, ambos somando 96 partidas. O lendário meia se despediu da seleção em 1991.

Apesar do lamaçal no campo em Sarajevo, a Bélgica abriu o placar a partir de uma boa tabela, aos quatro minutos, com Thomas Meunier arrematando às redes. Antes do intervalo, porém, a Bósnia já tinha virado. Haris Medunjanin empatou e Edin Visca (com falha de Vertonghen) marcou o segundo. Já na segunda etapa, nova virada, agora a favor dos belgas, com Michy Batshuayi e o próprio Vertonghen balançando as redes. Os bósnios arrancariam outro empate com Dario Dumic, após cobrança de escanteio. Por fim, coube a Yannick Ferreira-Carrasco selar a vitória, aproveitando o passe de Meunier e a paralisação da zaga adversária.

Revelado pelo Ajax, Vertonghen fez sua estreia pela seleção principal quando acumulava apenas seis jogos com o clube. O histórico pela equipe sub-21 dos Diabos Vermelhos referendou a sua ascensão, logo se firmando entre os titulares. Além disso, as boas atuações nos Jogos Olímpicos de 2008 abriram o seu caminho. O camisa 5 se tornou titular nas Eliminatórias da Copa de 2010, até se colocar entre os líderes da geração rumo ao Mundial de 2014 e da Euro 2016. Seu momento atual pode não ser tão bom quanto outras fases de sua carreira. Ainda assim, sua importância à equipe nacional se evidencia pelo novo recorde.

A maioria dos jogadores no Top 10 de partidas da Bélgica pertence à geração dourada dos anos 1980. Jan Ceulemans aparece no topo da lista, com 15 anos de seleção e 96 jogos. Além dele, também figuram Eric Gerets, Franky van der Elst e Enzo Scifo. Dentro os mais jovens, Axel Witsel e Marouane Fellaini estão mais abaixo. Entretanto, há outras ameaças ao recorde. Eden Hazard (79 jogos), Romelu Lukaku (62) e Thibaut Courtois (51) são candidatos factíveis para o futuro, com chances de alcançar Vertonghen dentro de alguns anos. Mas, por enquanto, o defensor pode desfrutar de seu recorde. Muito provavelmente, se tornará também o primeiro belga a superar a marca de 100 partidas. Um feito significativo para o veterano.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo