Copa do Mundo

Fifa confirma que seleções poderão convocar até 26 jogadores para a Copa do Mundo do Catar

Os treinadores terão 15 reservas disponíveis, e a lista provisória também foi ampliada para 55 atletas

Em um comunicado publicado nesta quinta-feira, a Fifa confirmou que as seleções poderão convocar até 26 jogadores para a Copa do Mundo do Catar, que está marcada para começar em 21 de novembro, e a data excepcional foi um dos motivos dados pela entidade para justificar a mudança.

As listas prévias que as seleções precisam entregar foram ampliadas de 33 para 55 jogadores. A final pode ter entre 23 e 26 jogadores, e não é obrigatório levar o máximo permitido. A Fifa determinou que 13 de novembro será o último dia em que os atletas da convocação definitiva podem atuar pelos seus clubes.

“Dada a necessidade de ter mais flexibilidade, por causa do momento único no calendário global da Copa do Mundo de 2022, assim como o contexto mais amplo dos efeitos causados pela pandemia de Covid-19 às equipes antes e durante os torneios”, explicou a Fifa, antes de listar as mudanças.

No máximo 26 pessoas poderão sentar no banco de reservas durante as partidas, sendo 15 jogadores reservas e 11 integrantes da comissão técnica. Um deles precisa obrigatoriamente ser o médico da seleção.

A Fifa também confirmou que a Copa do Mundo sub-20 será realizada em 2023 na Indonésia, após ser cancelada em 2021 por causa da pandemia. O 73º congresso da entidade será realizado em Ruanda, em 23 de março do ano que vem, e receberá a próxima eleição presidencial. O presidente Gianni Infantino deve buscar um terceiro mandato.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo